Leia também:
X EUA retiram a chinesa Xiaomi de ‘lista negra’ do comércio

Ex-miss troca passarela por fuzil contra militares em Mianmar

Htar Htet Htet foi eleita como Mianmar em 2016

Pierre Borges - 12/05/2021 16h40 | atualizado em 12/05/2021 17h42

Ex-miss Htar Htet Htet pega em armas contra junta militar
Ex-miss Htar Htet Htet pega em armas contra junta militar Foto: Reprodução

A modelo Htar Htet Htet, eleita como Miss Mianmar em 2016, trocou a passarela pelo fuzil e uniu-se à resistência contra a junta militar que assumiu o poder no país asiático. A mulher de 31 anos anunciou em uma rede social que está “pronta para dar sua vida” pela causa.

Htar Htet Htet está há 42 dias vivendo na selva, escondida junto com uma guerrilha, com a qual está aprendendo a usar armas. A política de Mianmar tem dividido o país desde que os militares tomaram o poder, no dia 1º de fevereiro. Greves e manifestações são vistas por todo o território birmanês. Combates entre o exército e vários grupos étnicos também aumentaram na região. Além disso, guerrilhas étnicas foram estabelecidas nas regiões norte e leste do país, próximo às fronteiras.

A modelo declarou: “Vou me defender o máximo que puder. Estou disposta a desistir de tudo e pagar com minha vida”, mas sem revelar à qual guerrilha ela está associada.

Desde que houve a tomada de poder em Mianmar, as redes sociais da modelo mudaram de maneira abrupta. As fotos focadas em ressaltar sua aparência têm dado lugar à divulgação do cenário político do país.

Leia também1 Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert comeram placenta da filha após o parto
2 Bolsonaro deve ir à Marcha da Família Cristã pela Liberdade
3 Na CPI: "Não posso opinar sobre comportamento do presidente"
4 EUA retiram a chinesa Xiaomi de 'lista negra' do comércio
5 Felipe Melo agradece a Bolsonaro pelo desfecho do Caso Robson

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.