Leia também:
X Covid: Vazamentos mostram ‘má condução’ da China no início

Evento astronômico não visto há 800 anos ocorre no dia 21

Alinhamento entre Júpiter e Saturno formará a chamada "Estrela de Belém"

Thamirys Andrade - 01/12/2020 11h24 | atualizado em 14/12/2020 12h31

alinhamento-entre-jupiter-e-saturno
Planetas estarão separados por um quinto do diâmetro da lua cheia Foto: Reprodução | Nasa

Mesmo no fim do ano, 2020 segue sendo atípico. Pela primeira vez desde a Idade Média, os habitantes da Terra vão poder observar Júpiter e Saturno se alinharem a ponto de parecerem um planeta duplo. O fenômeno formará a conhecida Estrela de Natal, ou Estrela de Belém, em referência ao fenômeno astronômico da noite do nascimento de Jesus. No Brasil, a estrela poderá ser observada no dia 21 de dezembro, logo após o pôr do Sol.

Se as condições climáticas se mostrarem favoráveis, o raro evento astronômico poderá ser visto de qualquer parte do mundo, especialmente em regiões próximas ao Equador. Segundo Patrick Hartigan, astrônomo da Rice University, para a maioria dos observadores de telescópio, cada planeta e várias de suas maiores luas estarão visíveis no campo daquela noite.

– Você teria que voltar até um pouco antes do amanhecer de 4 de março de 1226 para observar um alinhamento mais próximo entre esses objetos visíveis no céu noturno – afirmou, incentivando os observadores a não perderem a chance.

Hernando Guarín, diretor da Rede Colombiana de Astronomia, explica que o fenômeno é tão excepcional devido ao movimento dos três planetas.

– A Terra leva um ano para dar volta no Sol; Júpiter leva 12 anos e Saturno, 30 anos. Isso torna difícil que o fenômeno aconteça com regularidade – informou em entrevista à BBC.

Após 2020, a conjunção entre Júpiter e Saturno só acontecerá da próxima vez no dia 15 de março de 2080. Depois disso, a dupla só fará uma aparição semelhante em 2400.

Leia também1 Monolito de metal misterioso é achado em área deserta dos EUA
2 Novo monólito misterioso de metal é encontrado na Romênia
3 Rússia já começou a vacinar a população com a Sputnik V
4 Covid: Vazamentos mostram 'má condução' da China no início
5 Japão: Suicídio matou mais em um mês que Covid em um ano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.