Leia também:
X Trump vai mandar militares à fronteira até erguer muro

EUA: Mulher invade sede do YouTube e atira em 4 pessoas

Ela cometeu suicídio após os disparos. Prédio em San Bruno, na Califórnia, tem 1.700 funcionários

Gabriela Doria - 03/04/2018 19h21 | atualizado em 04/04/2018 12h56

Uma mulher invadiu a sede do YouTube e atirou em, pelo menos, quatro pessoas. Depois dos disparos, ela se suicidou, mas a polícia ainda está investigando as circunstâncias de sua morte. As quatro vítimas estão hospitalizadas e uma delas, um homem de 36 anos, encontra-se em estado crítico.

Funcionários foram retirados do prédio com as mãos para o alto Foto: Reprodução Twitter

No momento do incidente, um funcionário da empresa, que estava trancado em uma das salas com outros colegas de trabalho, publicou em seu Twitter que havia um “atirador em atividade na sede do YouTube”. Ele também relatou que ouviu disparos e viu pessoas correndo.

Outra pessoa envolvida no tiroteio, a designer do YouTube Lilian Chen, disse que teve que sair do local com as mãos para cima.

– Vi gotas de sangue nas escadas pelas quais subo sempre. Estou tremendo. Isso é surreal. Espero que meus colegas estejam bem – escreveu Lilian no Twitter.

Também através do Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, expressou solidariedade às vítimas. Ele aproveitou para elogiar a rápida ação das Forças de Segurança.

Leia também1 EUA: Multidão participa de marcha contra armas de fogo
2 Escola onde houve massacre adota mochilas transparentes

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.