Enquanto for presidente, nada de casamento gay, diz Putin

Durante encontro para discutir mudanças na Constituição, presidente da Rússia defendeu união apenas entre homem e mulher

Henrique Gimenes - 13/02/2020 16h16

Presidente da Rússia, Vladimir Putin Foto: EFE/Aleksey Nikolskyi

Nesta quinta-feira (13), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que, enquanto ele permanecer no cargo, o casamento gay não será legalizado no país. Para ele, não se pode substituir a família tradicional por “pai um” e “pai dois”.

A declaração foi dada durante encontro com uma comissão para discutir mudanças na Constituição do país. O ponto em questão trata de uma cláusula para definir o casamento como “união entre homem e mulher”.

– Sobre o “pai um” e o “pai dois”, eu já falei publicamente sobre isso e repetirei de novo: enquanto eu for presidente, isso não vai acontecer. Haverá pai e mãe – explicou.

Putin está no comando da Rússia desde 1999.

LEIA TAMBÉM+ Singapura remove filme do Porta dos Fundos da Netflix
+ Comissão aprova indicação de Forster para embaixada


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo