Leia também:
X Hong Kong apreende carga recorde de cocaína do Brasil

Empresa que denunciou propina no Brasil tentou golpe no Canadá

Davati Medical Supply está envolvida em polêmicas em outros países

Pleno.News - 30/06/2021 16h01 | atualizado em 30/06/2021 17h25

Empresa que denunciou propina em vacina tentou dar golpe no Canadá Foto: EFE/Alejandro García

A empresa que denunciou uma suposta cobrança de propina para a aquisição de vacinas da AstraZeneca no Brasil já se envolveu em polêmicas em outros países.

De acordo com a revista Veja, a Davati Medical Supply LLC tentou aplicar um golpe no Canadá revendendo vacinas para grupos indígenas sem autorização da fabricante. Após o episódio, autoridades australianas decidiram investigar uma vez que a AstraZeneca informou não trabalhar com intermediários.

De acordo com o veículo de imprensa, a Davati apontou que poderia adquirir seis milhões de doses do imunizante ao custo de 3,50 dólares cada uma. As autoridades, no entanto, desconfiaram da oferta devido à presença de um intermediário. Após as suspeitas, o site da Davati Medical Supply LLC no Canadá passou a deixar de funcionar.

Uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo trouxe a informação de que um suposto representante da Davati no Brasil teria sido abordado pelo ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, com uma oferta de propina para a aquisição de vacinas.

Leia também1 Variante Delta pode aumentar riscos de reinfecção pela Covid
2 Defesa inaugura estação de controle do espaço aéreo em Ponta Porã
3 Fachin dá 15 dias para Bolsonaro ampliar vacinação em quilombos
4 Canadá desaconselha AstraZeneca a pessoas com problema sanguíneo raro
5 Bolsonaro: "CPI com sete bandidos não vai nos tirar daqui"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.