Leia também:
X Coreia do Norte escolhe nomes que farão diálogo com o Sul

Donald Trump faz orações com alta cúpula do governo

Presidente é conhecido por convocar ministros e políticos para agradecer a Deus

Gabriela Doria - 07/01/2018 14h14 | atualizado em 08/01/2018 13h07

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é conhecido por ter o costume de fazer orações em seu gabinete de governo. Na Casa Branca, o republicano instituiu a oração como um hábito. As preces costumam vir, sobretudo, antes do anúncio de alguma vitória política.

Donald Trump faz oração Foto: Reprodução Youtube

Uma das mais emblemáticas aconteceu no final do ano passado, quando Trump convocou a imprensa e o alto escalão de seu governo para anunciar uma de suas maiores conquistas, o expressivo corte de impostos aprovado pelo Senado americano. Rodeado pela alta cúpula da Casa Branca e por repórteres, o republicano pediu a Ben Carson, secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, que fizesse um agradecimento a Deus. Ele aproveitou para ironizar a imprensa presente.

– Vou pedir a Ben Carson que faça uma oração. Vocês (repórteres) podem ficar se quiserem, porque eu acho que vocês precisam de oração mais do que eu. Talvez uma boa oração e eles (repórteres) sejam honestos. Isso é possível, Ben? – declarou o presidente antes da oração de Carson.

Em suas preces, o secretário agradeceu pelas conquistas do governo e pelo mandato de Trump.

– Pai Divino Celestial, estamos tão gratos pelas oportunidades e pela liberdade que nos concedeu neste país. Agradecemos pelo presidente e pelos membros da Administração, que estão dispostos a enfrentar os ventos da controvérsia, de forma a providenciar um futuro melhor para aqueles que virão depois de nós. Neste tempo de discórdia, desconfiança e desonestidade, pedimos que o Senhor nos dê um espírito de gratidão, compaixão e bom senso. Dê-nos a sabedoria para poder guiar esta grande nação e nosso futuro. Pedimos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo – disse Carson em sua oração.

Ben Carson é membro da Igreja Adventista e disputou com Trump as eleições primárias internas do partido Republicano para a presidência.

Leia também1 Coreia do Norte escolhe nomes que farão diálogo com o Sul
2 Casa Branca vê Trump como 'criança' e 'idiota', diz autor
3 Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.