Leia também:
X Campanha na França diz que “homem pode engravidar”

Dois jornalistas são assassinados em estrada na Colômbia

Profissionais voltavam da cobertura de algumas festas de padroeiros

Pleno.News - 28/08/2022 15h54 | atualizado em 29/08/2022 12h53

Jornalistas foram mortos na Colômbia Foto: Pixabay

Os jornalistas Leiner Montero e Dilia Contreras foram assassinados neste domingo (28) em uma estrada no município de Fundación, em Magdalena, na Colômbia. Eles voltavam da cobertura de algumas festas de padroeiros, segundo informações de órgãos de imprensa e da polícia.

– Rejeitamos e lamentamos o assassinato dos jornalistas Leiner Montero e Dilia Contreras ocorrido na madrugada de hoje na estrada que liga o município de Santa Rosa de Lima ao município de Fundación, em Magdalena – disse a ONG Fundação para a Liberdade de Imprensa (Flip, na sigla em espanhol), em um comunicado.

Montero, de 37 anos, era diretor da emissora local Sol Digital Stereo, enquanto Contreras, de 39 anos, era diretora do programa digital La Bocina Col. Ambos voltavam da cobertura das festas da padroeira de Santa Rosa de Lima.

O comandante da polícia do departamento de Magdalena, coronel Andrés Serna, informou à imprensa que os jornalistas viajavam em um carro “quando foram abordados por dois criminosos que viajavam em uma motocicleta, que dispararam” contra os dois jornalistas.

As primeiras versões policiais indicam que nas festas da padroeira onde os jornalistas estiveram “ocorreu um ato de intolerância, que está sendo investigado”, mas não indicaram se isso tinha alguma relação com o assassinato.

Não se sabe se os acontecimentos têm algo a ver com seu trabalho ou quem está por trás desses assassinatos, embora haja a presença na área de vários grupos criminosos, como o Clã do Golfo e outros grupos dedicados ao tráfico de drogas, como Los Pachenca ou Oficina Caribe.

Este é o primeiro assassinato de jornalistas que ocorre em 2022 na Colômbia. O último, segundo a Flip, foi o de Marcos Efraín Montalvo, em 19 de setembro de 2021, o único naquele ano, que ocorreu em Tuluá.

*EFE

Leia também1 Campanha na França diz que "homem pode engravidar"
2 UOL: Coluna pede 'terrorista' para 'trabalhar' no 7 de Setembro
3 Debate: Jair Bolsonaro embarca na base aérea de Brasília
4 No RJ, Bolsonaro quer ir a jogo do Flamengo após o 7 de Setembro
5 Confira a comitiva de Bolsonaro para o debate na Band

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.