Leia também:
X Soldados de Israel entram na Faixa de Gaza, informa Exército

Dois alpinistas morrem de exaustão no monte Everest

Um deles conseguiu chegar ao topo, mas não teve forças para descer

Thamirys Andrade - 14/05/2021 09h20 | atualizado em 14/05/2021 10h39

Ao menos 311 morreram desde 1953 em expedições à montanha no Nepal

Dois alpinistas, um suíço e um norte-americano, morreram de exaustão durante uma expedição ao monte Everest, segundo comunicaram, nesta quinta-feira (13), funcionários de uma empresa de escalada. As informações são da BBC.

O suíço Abdul Waraich, de 41 anos, conseguiu chegar ao topo do monte, a 8.848,86 metros de altura, mas não teve forças para descer. Seu corpo foi encontrado próximo ao cume sul.

O escalador norte-americano Puwei Liu, de 55 anos, não conseguiu atingir o topo. Ele também sofreu de exaustão, além de cegueira da neve, uma queimadura que atinge a córnea e é provocada pela luz do sol refletida na neve. Um grupo de sherpas, como são conhecidos os moradores da região que ajudam os alpinistas, conseguiu levá-lo até um acampamento, mas ele não resistiu.

– Sherpas foram enviados com suprimentos e oxigênio, mas infelizmente eles não puderam salvá-los – disse Thaneshwar Guraga, gerente da empresa Seven Summit Treks, que apoiava os alpinistas.

O monte Everest foi conquistado pelo neozelandês Edmund Hillary e pelo sherpa Tenzing Norgay, em 1953. Desde então, 6 mil alpinistas já o escalaram, e ao menos 311 morreram.

Leia também1 Soldados de Israel entram na Faixa de Gaza, informa Exército
2 Inflação na Argentina subiu 4,1% em abril, segundo o Indec
3 Veterinária descobre bezerro com três olhos em fazenda
4 Míssil destrói casa de jogador brasileiro em Israel. Vídeo!
5 Iron Dome: Saiba como funciona o sistema antimísseis de Israel

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.