Leia também:
X Covid-19: Casos confirmados no Brasil chegam a 291

Devastada pelo Covid-19, Itália já tem mais de 2,5 mil mortos

345 mortes foram registradas só nas últimas 24 horas

Pleno.News - 17/03/2020 18h08

Coronavírus na Itália já fez mais de 2,5 mil vítimas Foto: EFE/Ettore Ferrari

As autoridades da Itália confirmaram nesta terça-feira (17) que o país chegou a 2.503 mortes pelo novo coronavírus, sendo que 345 delas aconteceram nas últimas 24 horas, de acordo com o último balanço divulgado pela Defesa Civil.

Segundo o chefe da Defesa Civil, Angelo Borrelli, o número de positivos atualmente na Itália, o segundo país do mundo com mais casos depois da China, é 26.062, o que representa um aumento de 2.989 casos a mais do que ontem, enquanto 2.941 pessoas já foram curadas e tiveram alta.

Em relação a esse aumento no número de infectados desde o início da emergência, Borrelli explicou que é normal em relação à tendência atual e que os dados sobre infecções mais baixas só estarão disponíveis na próxima semana, quando as medidas de isolamento da população que foram adotadas começarem a surtir efeito.

Com isso, o número total de infecções desde a detecção do surto no final de fevereiro é de 31.506, contando os positivos, óbitos e os curados.

Das pessoas doentes, 2.060 estão em unidades de terapia intensiva, 879 delas na região norte da Lombardia, os mais afetados pela pandemia.

Por esse motivo, 50 pacientes doentes em unidades de terapia intensiva que não estavam infectados pelo coronavírus, tiveram que ser transferidos para outros hospitais na Itália.

Enquanto isso, um hospital de campanha está sendo construído em Bergamo, uma das cidades que mais sofre com o contágio e com mais de 350 mortes nos últimos dias.

O diretor-geral da Agência Italiana de Farmácia (AIFA), Nicola Magrini, que participou da entrevista coletiva, explicou que na quinta-feira (19) começa o teste do Tocilizumabe, um medicamento usado contra a artrite reumatóide e que tem dado bons resultados às pessoas com coronavírus que o receberam.

– Na quinta-feira passada, aprovamos o primeiro teste clínico com um novo antiviral, esse protocolo já está ativo. Existem dados promissores sobre o Tocilizumabe, o estudo começará na próxima quinta-feira e tem como objetivo avaliar rapidamente o possível impacto do medicamento – acrescentou.

*Com informações da agência EFE.

Leia também1 Com cemitérios fechados, Itália abriga corpos em igreja
2 Covid-19: Brasileiros na Itália falam sobre isolamento social
3 Covid-19: Ator fica isolado em casa com corpo da irmã morta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.