Leia também:
X Presidente do México defende consulta popular sobre o aborto

Depois da Argentina, Coreia do Sul libera prática de aborto

País passou por revisão da legislação sobre o tema após uma decisão da Corte Constitucional

Paulo Moura - 02/01/2021 09h26 | atualizado em 04/01/2021 07h58

Depois da forte repercussão da liberação da prática de aborto na Argentina, o primeiro dia de 2021 trouxe a notícia de que mais um país, dessa vez na Ásia, agora permitirá que as mães façam tal procedimento: é a Coreia do Sul. A lei que criminalizava o aborto foi retirada na sexta-feira (1°) da legislação do país.

O direito à interrupção voluntária da gravidez, antes só aceito para vítimas de estupro ou em casos de risco à saúde da gestante, agora é extensivo a todas as mulheres. No entanto, não há um limite oficial para a prática do aborto em um país que tem tradicionalmente costumes conservadores.

O que mudou no país, na prática, foi o fato de que os membros da Assembleia Nacional não concordaram em alterar a lei existente. Porém, a lei deveria expirar após a decisão do Tribunal Constitucional de abril de 2019, que a declarou ilegal. Com isso, a proibição acabou perdendo a validade no 1° dia de 2021.

Em resposta à liberação, movimentos pró-vida já atuam para que muitas emendas sejam aprovadas, com o objetivo de limitar a prática. Primeiro, para proibir o aborto depois de seis ou dez semanas de gravidez e, em seguida, para que os médicos tenham a opção de recusar a realização do aborto.

Leia também1 Presidente do México defende consulta popular sobre o aborto
2 Eduardo Bolsonaro lamenta aborto na Argentina: 'Barbárie'
3 Entidade cristã da Itália elogia Bolsonaro: 'Defensor da razão'
4 'Tenho me manifestado pela vida e contra a morte', diz Damares
5 "Lamento profundamente pelas vidas das crianças argentinas"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.