Leia também:
X Sobe para 23 o nº de mortos em erupção no Congo. Veja fotos!

Criança sobrevivente da queda de teleférico perdeu a família

Eitan Biran, de apenas 5 anos, está internado com fraturas nas pernas e no crânio

Monique Mello - 24/05/2021 16h49 | atualizado em 24/05/2021 16h58

O pequeno Eitan Biran foi o único sobrevivente da família Foto: Reprodução/Facebook

O menino Eitan Biran, de 5 anos, perdeu os pais, os avós e o irmão mais novo no acidente com um teleférico que matou 14 pessoas em Stresa, na Itália.

A criança foi a única sobrevivente da tragédia ocorrida neste domingo (23) e encontra-se internada no hospital Regina Margherita, em Torino. Ele fraturou as duas pernas, teve traumatismo craniano e precisou ser operado.

Eitan estava no local com os pais Amit Biran, de 30 anos, Tal Biran, de 26, e o irmão mais novo, Tom, de 2. Também o acompanhavam os avós maternos Itshak e Barbara, que saíram de Israel para passar férias na Itália.

De acordo com o jornal Corriere della Sera, a criança chegou ao hospital gritando e chorando muito.

– Deixe-me em paz, estou com medo – dizia o menino, que foi sedado em seguida.

Eitan nasceu em Israel e morava há quatros na Itália com os pais. Amit, seu pai, mudou-se para este país para completar seus estudos em medicina e trabalhar em uma clínica na região. A mãe, Tal Biran, era formada em psicologia, mas não trabalhava por conta da maternidade.

Os avós paternos do menino e uma tia foram para Stresa acompanhar a situação.

– Ouvimos a notícia e, imediatamente, começamos a ler [sobre] o que havia acontecido. Sabíamos que Amit e sua família tinham ido para lá, mas não achávamos que veríamos seus nomes entre as vítimas dessa tragédia. Estamos chocados e rezamos para que o pequeno Eitan possa sobreviver e voltar para nós – afirmou Nirko, cunhado de Amit e tio do menino.

De acordo com boletim médico, ressonância magnética descartou danos sérios ao cérebro e à medula espinhal de Eitan.

A TRAGÉDIA
No início da tarde deste domingo (23), um teleférico caiu na cidade de Stresa, região do Piemonte, na Itália. O acidente ocorreu perto do pico do Monte Marone, que dá vista para o Lago Maggiore, famoso ponto turístico no noroeste italiano. A queda foi provocada pela ruptura de uma corda, na parte mais alta do percurso, que, partindo do Lago Maggiore, atinge uma altitude de 1.491 metros. A cabine, que estava com 15 pessoas caiu de uma altura de 20 metros e chegou a rolar diversas vezes até ser parada pelas árvores.

Leia também1 EUA registraram ao menos 12 tiroteios no fim de semana
2 Obama admite que Estados Unidos têm registros de OVNIs
3 Príncipe William diz que a Igreja é refúgio essencial na pandemia
4 Esqueleto gigante aparece em praia do litoral de São Paulo
5 Israel anuncia fim das restrições após sucesso na vacinação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.