Leia também:
X Mãe é suspeita de fingir doença terminal da filha por doações

Covid na Argentina: Fernandez decreta lockdown de 9 dias

De acordo com o presidente, o país vive pior momento da pandemia

Monique Mello - 21/05/2021 14h25 | atualizado em 21/05/2021 14h50

Alberto Fernández, presidente da Argentina Foto: EFE/Ballesteros

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou nesta quinta-feira (20) um endurecimento das restrições sanitárias devido ao aumento de casos de infecção pelo Coronavírus.

Em uma mensagem transmitida em cadeia nacional de televisão, Fernández declarou que, entre o próximo sábado (22) e o dia 30 deste mês e durante o fim de semana de 5 e 6 de junho, haverá severas restrições à movimentação e à atividade econômica e social em regiões do país consideradas em alto risco e alarme de saúde. Outras medidas gerais estarão em vigor até 11 de junho.

– Estamos atravessando o pior momento desde que a pandemia começou. Todos os dados científicos indicam que o problema é extremamente grave na Argentina de hoje, com um número recorde de infecções e mortes – justificou.

Nas regiões mais afetadas, as atividades sociais, econômicas, educacionais, religiosas e esportivas serão suspensas, e somente os negócios essenciais funcionarão. Só será possível circular durante horas limitadas e perto de casa. A partir de 31 de maio, a rotina será retomada com as restrições em vigor até quinta-feira.

Fernández afirmou que haverá ajuda econômica do Estado para setores sociais vulneráveis e também para empresas afetadas pelas novas restrições.

A Argentina foi o país com o lockdown mais longo no ano passado: sete meses de confinamento. No entanto, o número de óbitos por Covid-19 não diminuíram.

Nesta quinta-feira (20), foi atingido um recorde diário de infecções, com 39.652, e a terça-feira (18) foi o dia mais “letal” da Covid-19, com 745 mortes confirmadas em 24 horas. Desde o início da pandemia, o país vizinho acumulou 3,4 milhões de casos e 72.699 óbitos causados pelo vírus SARS-CoV-2.

Leia também1 Argentina: Produtores iniciam greve e se negam a vender carne
2 OMS: Total de mortes por Covid é até 3 vezes maior que o oficial
3 Brasileiros deportados por Biden chegam hoje ao Brasil
4 China diz apoiar debate sobre quebra de patente de vacinas
5 Mulher usou Bíblia como escudo e sobreviveu a sete tiros

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.