CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro sobre saídas: ‘Tenho que estar ao lado do povo’

Covid-19: Justiça dos EUA vai soltar José Maria Marin

Ex-presidente da CBF foi condenado por seis crimes

Henrique Gimenes - 30/03/2020 19h56 | atualizado em 30/03/2020 20h01

Ex-presidente da CBF, José Maria Marin Foto: Ag. Pará/Foto: Sidney Oliveira

Nesta segunda-feira (30), a Justiça dos Estados Unidos (EUA) decidiu soltar o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Roberto Marin. Ele havia sido condenado em dezembro de 2017 por seis crimes.

A decisão é da juíza Pamela Chen, que aceitou um pedido da defesa e determinou a liberdade de Marin por motivo de compaixão. Na solicitação, os advogados usaram a idade avança do ex-dirigente, que tem 87 anos, e a pandemia de coronavírus.

Marin foi condenado a 41 meses de prisão por seis crimes, entre eles lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraude bancária.

Ele ainda deve permanecer mais alguns dias na penitenciária em Allenwood, no estado da Pensilvânia, e será solto após alguns processos burocráticos.

Leia também1 Bolsonaro sobre saídas: 'Tenho que estar ao lado do povo'
2 Em vídeo, Malafaia critica quarentena do RJ e de SP
3 146 mil pessoas já se curaram da Covid-19 no mundo

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo