Leia também:
X Portugal faz autópsia em criança após possível reação à vacina

Covid-19: Boris Johnson anuncia fim de restrições na Inglaterra

As pessoas não serão mais obrigadas a usar máscaras em qualquer lugar

Pleno.News - 19/01/2022 16h24 | atualizado em 19/01/2022 16h34

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta quarta-feira (19) que a maioria das atuais restrições relacionadas à Covid-19 em vigor na Inglaterra, como o uso de máscaras ou o trabalho remoto, “vão expirar” a partir do próximo dia 27.

Em uma declaração no Parlamento, o líder conservador citou os últimos dados científicos que revelam “uma queda nos níveis de infecção” e sugerem que “a variante Ômicron atingiu agora seu pico em nível nacional”.

Johnson também indicou que espera eliminar as normas que obrigam o confinamento dos que testam positivo. A previsão é de que isso aconteça no dia 24 de março, ou até antes, se o número de casos e o de hospitalizações forem favoráveis.

O premiê antecipou que “em breve chegará o momento em que [essa exigência legal] poderá ser completamente eliminada, tal como não existem obrigações legais para as pessoas se isolarem quando estão gripadas”.

– À medida que a Covid-19 se tornar endêmica, teremos que substituir os requisitos legais por conselhos e orientações, pedindo aos cidadãos que têm o vírus para serem cuidadosos e atenciosos com os outros – disse.

O fim das medidas incluídas no chamado plano B (ou contingência) do governo conservador implica que os passaportes de Covid deixem de ser necessários. Também não será obrigatório o uso de máscaras – inclusive nas salas de aula, para alunos do ensino secundário, e no transporte público.

As restrições em vigor foram introduzidas em dezembro do ano passado para retardar a propagação da variante Ômicron, muito mais transmissível, e para permitir que o maior número possível de doses de reforço seja administrado.

*EFE

Leia também1 Zambelli sobre viagem aos EUA: 'Paguei todos os meus custos'
2 Portugal faz autópsia em criança após possível reação à vacina
3 Robinho é condenado em última instância por estupro coletivo
4 Morre, aos 37 anos, o ator francês Gaspard Ulliel
5 Aborto: Macron pede à UE que reconheça "direito fundamental"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.