Leia também:
X Milhares vão às ruas em protesto contra restrições na Bélgica

Coreia do Norte proíbe sorrisos e risadas por 11 dias. Entenda!

País está em luto pelo aniversário de morte do ex-ditador Kim Jong-il

Thamirys Andrade - 19/12/2021 17h43 | atualizado em 20/12/2021 11h22

Kim Jong-un é filho de Jong-il e atual líder do país Foto: EFE/EPA/KCNA

Nada de sorrisos ou risadas. Os cidadãos norte-coreanos estão proibidos de demonstrar sinais de felicidade por 11 dias, em memória ao 10° aniversário de morte do ex-ditador Kim Jong-il, que liderou o país de 1994 a 2011. A população também não poderá ingerir bebidas alcóolicas nem praticar atividades de lazer durante o luto.

Na última sexta-feira (17), data da morte do ex-governante, as restrições foram ainda mais rigorosas, e os cidadãos também foram impedidos de fazer compras.

Em entrevista ao Daily Mail, um morador conta que as proibições devem ser levadas a sério, pois as punições no passado foram severas.

– No passado, muitas pessoas que foram flagradas bebendo ou embriagadas durante o período de luto foram presas e tratadas como criminosos ideológicos. Elas foram levadas embora e nunca mais vistas – declarou.

Jong-Il morreu em decorrência de um ataque cardíaco, em 2011. Ele foi sucedido, então, por seu filho, o atual ditador Kim Jong-Un.

Na última sexta-feira, uma cerimônia foi realizada na praça de Pyongyang para recordar a morte do ex-líder. O país realiza ainda exposições, palestras e concertos musicais em sua homenagem.

Leia também1 Milhares vão às ruas em protesto contra restrições na Bélgica
2 Chilenos escolhem presidente hoje, em eleição polarizada
3 Holanda decreta lockdown por causa da variante Ômicron
4 Por preocupações com Ômicron, Paris cancela fogos no Réveillon
5 EUA proíbem exportação de tecnologia a empresas chinesas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.