Leia também:
X Furacão Ian se aproxima da Flórida com ventos de 250 km/h

Coreia do Norte lança 2 mísseis balísticos no Mar do Japão

Ação ocorreu nesta quarta-feira

Pleno.News - 28/09/2022 10h11 | atualizado em 28/09/2022 12h46

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un Foto: EFE/EPA/KCNA

Nesta quarta-feira (28), a Coreia do Norte disparou dois mísseis balísticos no Mar do Japão (chamado Mar do Leste nas duas Coreias). A ação ocorreu durante o transcurso de manobras, que realiza um porta-aviões dos Estados Unidos da região. O ato acontece antes da ida da vice-presidente americana Kamala Harris à Coreia do Sul.

– O Exército da República da Coreia (nome oficial da Coreia do Sul) detectou dois mísseis balísticos de curto alcance lançados entre às 18h10 e 18h20 (6h10 e 6h20 pelo horário de Brasília) de hoje, a partir da região de Sunan, em Pyongyang, em direção ao Mar do Leste – indicou, em comunicado, o Estado Maior Conjunto sul-coreano.

O exército da Coreia do Sul havia informado previamente da detecção de um primeiro lançamento não identificado por parte do país vizinho.

Sunan, de onde foram disparados os mísseis, é a região em que está o aeroporto da capital norte-coreana e um local de onde o regime lançou alguns de seus projéteis mais sofisticados.

O lançamento ocorre depois de outro realizado no fim de semana passado, coincidindo com a chegada na região do porta-aviões USS Ronald Reagan, e um dia antes do desembarque de Harris na Coreia do Sul. A vice-presidente dos EUA tem prevista para esta quinta-feira (29) sua ida à militarizada fronteira entre as duas Coreias.

Nesta quarta, Harris está no Japão. Ela visitou a base de Yokosuka, a maior dos Estados Unidos no exterior, e reafirmou o compromisso de Washington com a defesa dos aliados regionais.

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, convocou uma reunião de emergência para discutir as informações disponíveis sobre mísseis norte-coreanos, que caíram fora das águas da zona econômica exclusiva do país nipônico e que não causaram danos a embarcações, de acordo com informações preliminares.

O porta-aviões USS Ronald Reagan tem seu porto base em Yokosuka e ficará até amanhã liderando manobras conjuntas na costa leste da Coreia do Sul, para onde foram mobilizadas 20 embarcações, além de caças F-18, F-15 e F-16, tanto sul-coreanos quanto americanos.

As atividades contarão com a participação do submarino de propulsão nuclear dos EUA USS Annapolis.

Esses exercícios visam enviar uma mensagem para a Coreia do Norte, que saiu do diálogo sobre desarmamento desde o início da pandemia da Covid-19 e está engajada em um plano de modernização do seu arsenal.

*EFE

Leia também1 Furacão Ian se aproxima da Flórida com ventos de 250 km/h
2 Rússia boicota Oscar e diz que não disputará premiação
3 Morre Irmão André, fundador da Portas Abertas, aos 94 anos
4 Satélites mostram filas de até 16 km para fugir da Rússia
5 Ator de Velozes e Furiosos estreia em filme cristão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.