Leia também:
X EUA: Biden vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Coreia do Norte confirma lançamento de míssil hipersônico

Líder norte-coreano Kim Jong-un não esteve presente no teste

Pleno.News - 06/01/2022 10h59 | atualizado em 06/01/2022 11h08

Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte
Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte Foto: EFE/EPA/KCNA

A Coreia do Norte confirmou que realizou na terça-feira (4) um bem-sucedido teste com um míssil hipersônico, o segundo deste tipo de projétil desenvolvido pelo país, segundo informou a agência estatal de notícias KCNA.

De acordo com detalhes revelados pela imprensa oficial, “o míssil fez um movimento lateral de 120 quilômetros na distância de voo da ogiva deslizante hipersônica” que atingiu “com precisão um alvo fixado a 700 quilômetros”.

O relatório sobre o lançamento divulgado não especificou a velocidade do míssil.

– O lançamento do teste demonstrou claramente o controle e a estabilidade da ogiva deslizante hipersônica – informou a KCNA.

A agência estatal de notícias também declarou que o recente teste confirmou “a fiabilidade do sistema de bulbo de combustível em condições meteorológicas de inverno”, uma possível referência ao recipiente de combustível líquido.

Ao contrário dos mísseis convencionais, que necessitam de horas de injeção de combustível líquido antes do lançamento, o depósito deste novo sistema permite que o combustível seja armazenado durante meses antes da sua utilização imediata.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, não esteve presente no teste, o primeiro teste de mísseis do regime desde o lançamento de um míssil balístico submarino, em outubro do ano passado.

O novo teste foi detectado por Seul, Tóquio e Washington, mas nenhuma das partes compartilhou praticamente nenhum dado sobre o míssil.

*EFE

Leia também1 EUA: Biden vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio
2 Meghan Markle vence processo, mas indenização será de R$ 7
3 China faz lockdown em cidade, e bebês morrem sem atendimento
4 Sem vacina, Djokovic tem visto cancelado e deixará Austrália
5 Perfil esquerdista elogia ditador chinês, é críticado e se desculpa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.