Leia também:
X Trump diz a apoiadores que espera voltar ao poder em agosto

Cliente vai ao mercado em gaiola para se proteger da Covid. Vídeo!

Engenhoca possui rodinhas e luvas externas para manusear objetos

Thamirys Andrade - 02/06/2021 17h35 | atualizado em 02/06/2021 17h59

cliente-gaiola-plastico-mercado-01062021232336793
Cena foi registrada por uma TikToker, nos Estados Unidos Foto: Reprodução

Uma cliente de um mercado dos Estados Unidos não mediu esforços para se prevenir contra a Covid-19. Ela compareceu ao estabelecimento protegida por uma gaiola de plástico.

A cena inusitada foi registrada por uma usuária do TikTok, que compartilhou o vídeo na rede social com a legenda: “Apenas um dia típico em uma mercearia local em 2021”.

A engenhoca utilizada pela cliente chama-se Aseptic Chamber [câmara asséptica, em português]. Possui rodinhas para a movimentação e luvas para manusear objetos sem que seja necessário que a pessoa tenha contato com o ambiente externo.

@jesss82911Just a typical day at your local grocery store in 2021 #butwhytho #covid #staysafe♬ Oh No – Kreepa

Após o vídeo viralizar, os internautas atentos não deixaram passar o detalhe de que há um QR Code no biombo. O código redireciona para uma página na internet onde é possível adquirir a câmara de plástico pelo valor de R$ 1.030.

A administradora por trás da conta responsável pelo biombo nas redes sociais é ninguém mais, ninguém menos do que a cliente precavida do mercado.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por @aseptic_chamber

Leia também1 Covid: SP divulga calendário de vacinação para todos os adultos
2 Vacinados contra a Covid-19 no Brasil chegam a 46,2 milhões
3 Fiocruz assina contrato para ter tecnologia da AstraZeneca
4 Contra a Covid, Canadá aprova aplicação de vacinas diferentes
5 Vietnã detecta variante híbrida das cepas indiana e britânica

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.