Leia também:
X Casal de idosos morre atingido por raio próximo à Casa Branca

China intensifica exercícios militares ao redor de Taiwan

Gigante asiático está utilizando mísseis, caças, bombardeiros, destróieres e fragatas em operação

Pleno.News - 05/08/2022 11h02 | atualizado em 05/08/2022 13h05

Presidente da China, Xi Jinping Foto: EFE/Mark Schiefelbein

A China intensificou nesta sexta-feira (5), os exercícios militares ao redor de Taiwan. Mísseis foram disparados sobre o território, segundo autoridades de defesa à mídia estatal. Caças, bombardeiros, destróieres e fragatas foram usados para “operações conjuntas de bloqueio”, segundo a agência de notícias oficial Xinhua News. Os exercícios são uma das represálias da China por causa da passagem da líder democrata dos EUA Nancy Pelosi por Taiwan.

Novas versões de mísseis também foram testadas contra alvos no Estreito de Taiwan, atingindo-os “com precisão”, segundo autoridades da China. A imprensa estatal chinesa descreve os exercícios em Taiwan como uma operação de “escala sem precedentes”.

Em Tóquio, última parada de sua agenda pela Ásia, Nancy Pelosi afirmou que a China não vai conseguir isolar Taiwan. De acordo com a presidente da Câmara dos EUA, Pequim não pode ditar quem pode visitar a ilha.

– Eles não estão fazendo a nossa programação de viagem. O governo chinês não está fazendo isso – disse Pelosi.

*AE

Leia também1 Taiwan: Exercícios da China são os mais agressivos em décadas
2 China sobre EUA: "Quem brinca com fogo acaba se queimando"
3 Casal de idosos morre atingido por raio próximo à Casa Branca
4 Orbán defende "menos drag queens e mais Chuck Norris"
5 Jornalista pode ser presa por desejar assassinato de Maduro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.