Leia também:
X Aos 95 anos, rainha Elizabeth II testa positivo para Covid-19

Centenas de projéteis explodem em região na Ucrânia

País está cercado por cerca de 150 mil soldados russos, aviões de guerra e equipamentos

Pleno.News - 20/02/2022 11h30 | atualizado em 20/02/2022 11h59

Militares ucranianos em treinamento próximo a Kiev Foto: EFE/EPA/Sergey Dolzhenko

Centenas de projéteis de artilharia explodiram ao longo da linha que separa soldados ucranianos e separatistas apoiados pela Rússia, neste domingo (20), levando milhares de pessoas a deixarem o Leste da Ucrânia e aumentando o temor de que tensões na região podem desencadear uma invasão russa.

Líderes ocidentais alertaram que a Rússia estaria prestes a atacar o país vizinho, que está cercado em três lados por cerca de 150 mil soldados russos, aviões de guerra e equipamentos. A Rússia realizou exercícios nucleares no sábado (19) na vizinha Belarus e tem exercícios navais em andamento na costa do Mar Negro.

Ontem, também, líderes separatistas no Leste da Ucrânia ordenaram uma mobilização militar completa e enviaram mais civis à Rússia, que emitiu cerca de 700 mil passaportes para residentes dos territórios controlados pelos rebeldes.

APELO MUNDIAL POR PAZ
Os Estados Unidos e muitos países europeus alegam há meses que a Rússia está tentando criar pretextos para invadir e ameaçaram impor sanções maciças e imediatas caso isso venha a acontecer. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu ao presidente russo, Vladimir Putin, que escolha um local onde os dois líderes possam se encontrar para tentar resolver a crise. A Rússia negou planos de invasão.

– A Ucrânia continuará a seguir apenas o caminho diplomático em prol de um acordo pacífico – disse Zelensky no sábado, durante a Conferência de Segurança em Munique, Alemanha. Não houve resposta imediata do Kremlin.

*AE

Leia também1 Ministros do G7 pedem à Rússia que siga caminho da diplomacia
2 Rússia planeja maior guerra na Europa desde 1945, diz Johnson
3 Embaixada pede que brasileiros redobrem atenção na Ucrânia
4 Cuba chama de "histeria" alertas dos EUA sobre crise na Ucrânia
5 Jornalista dá tapa em político pró-Rússia durante programa ao vivo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.