Leia também:
X Homem armado com faca deixa mortos e feridos na Alemanha

Caso Floyd: Derek Chauvin é condenado a 22 anos e meio

Ex-policial foi condenado em três acusações de assassinato

Monique Mello - 25/06/2021 17h38 | atualizado em 25/06/2021 17h49

Derek Chauvin matou George Floyd sufocado durante abordagem policial Foto: Reprodução

O ex-policial Derek Chauvin foi condenado nesta sexta-feira (25), em Minneapolis (EUA), a 22 anos e seis meses de prisão pelo assassinato de George Floyd, em maio de 2020. Quinze anos serão cumpridos em regime fechado.

O juiz Peter Cahill leu a sentença em uma audiência realizada no tribunal do condado de Hennepin, onde em abril Chauvin foi considerado culpado de três acusações: assassinato não-intencional em segundo grau, assassinato em terceiro grau e homicídio culposo. O julgamento foi considerado como um marco na história da polícia norte-americana.

Os promotores pediram por uma sentença de 30 anos de prisão, que é o dobro do limite indicado para um réu primário.

Chauvin falou brevemente no tribunal antes de ser sentenciado.”

– Quero dar minhas condolências à família Floyd. Haverá outras informações no futuro que serão de seu interesse e espero que as coisas lhe dêem um pouco de paz de espírito – declarou o ex-policial antes da sentença, que não entrou em detalhes sobre quais informações seriam essas.

 

Leia também1 EUA: Joe Biden oferece ajuda após desabamento em Miami
2 Polícia de Goiás recebe carta supostamente escrita por Lázaro
3 MP de Goiás denuncia mãe por deixar bebês sozinhos em casa
4 Homem armado com faca deixa mortos e feridos na Alemanha
5 EUA: Kamala se encontra com imigrantes na fronteira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.