Leia também:
X Nicarágua expulsa embaixadora após UE expor perseguição

Casa presidencial da Argentina tem ameaça de bomba, diz jornal

Funcionários foram retirados da Casa Rosada

Pleno.News - 30/09/2022 01h11 | atualizado em 30/09/2022 12h19

Cristina Kirchner Foto: EFE/ Juan Ignacio Roncoroni

A Casa Rosada, palácio presidencial da Argentina, teve de ser esvaziada na noite desta quinta-feira (29) depois de receber várias ameaças a bomba que chegaram por telefone de diferentes cidades do país, segundo noticiou o jornal Clarín.

Investigadores foram até o local e, uma hora depois, não encontraram vestígios de explosivos. A situação está controlada.

De acordo com o jornal, também houve ameaças ao prédio do Ministério da Defesa minutos antes de presidente Alberto Fernández se dirigir ao local.

Polícia Federal argentina Foto: EFE/ Enrique García Medina

As chamadas com as denúncias aconteceram de forma praticamente simultânea, a partir de diferentes localidades da Argentina. A Brigada de Explosivos da Polícia Federal esteve na sede do governo argentino e forças de segurança se dirigiram à Praça de Maio. Os bombeiros também foram acionados com o uso de equipamentos e cachorros.

A Casa Rosada já havia recebido uma ameaça de bomba em 30 de dezembro de 2021. Nas últimas horas do ano, um homem entrou em contato com a emergência da Polícia de Buenos Aires e avisou que colocaria um explosivo no prédio, onde na época o presidente estava.

Assim como nesta quinta-feira, os protocolos de segurança foram ativados. No entanto, naquela ocasião a Casa Militar agiu. Como a rota era negativa e a ameaça era para uma futura colocação de explosivos, não houve funcionários retirados.

*AE

Leia também1 Bolsonaro lidera em pesquisa mais ampla que Ipec e Datafolha
2 Concessão da Globo termina em 5 de outubro de 2022. Entenda!
3 Vice de Tebet: Lula pagou R$ 12 milhões para não ser apontado no caso Celso Daniel
4 Eleitor pode ir votar de verde e amarelo, bandeiras e adesivos
5 Jair Bolsonaro reage a críticas feitas por Joaquim Barbosa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.