Casa em que George Michael morreu é vendida por R$ 16 mi

Cantor faleceu no dia 25 de dezembro de 2016

Pleno.News - 13/08/2019 12h21

Nesta segunda-feira (12), o jornal britânico The Sun anunciou que a família do cantor George Michael vendeu a casa em que ele morreu. A mansão fica na região de Oxfordshire, na Inglaterra, e foi comprada por R$ 16,4 milhões (3,4 milhões de libras).

O casal que ficou com a casa mora na região e já se mudou. A compra aconteceu no mês passado. O advogado da família, John Reid, confirmou a compra.

– Era um lugar que ele (George Michael) amava, ao menos pela privacidade que isso lhe proporcionava. Por isso, pedimos gentilmente que os novos proprietários tenham sua privacidade respeitada e possam desfrutar da propriedade como ele fez – pediu.

George Michael faleceu no dia de Natal de 2016, aos 53 anos. Ele foi encontrado sem vida em cima da cama e o seu companheiro, o cabeleireiro Fadi Fawaz, foi quem relatou a morte. Ele chegou a ser alvo de investigação, mas depois a equipe de legistas constatou que Michael morreu por causas naturais.

Ele tinha problemas cardíacos e hepáticos e faleceu por causa de uma parada cardíaca.

Em 2004, o cantor abriu as portas da casa e fez um tour durante o programa da apresentadora Oprah Winfrey. Confira o vídeo abaixo.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Mansão de Gisele é colocada à venda por R$ 165 milhões
+ Leilão de mansão de traficante pagará bolsas a atletas do Pan
+ Barrichello coloca mansão à venda por R$ 22 milhões


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo