Leia também:
X Museu de Auschwitz pede que visitantes evitem fotos fúteis

Cantor de k-pop é preso por crime de escândalo sexual

Jung Joon Young filmava as mulheres durante as relações sexuais que tinha com as vítimas

Rafael Ramos - 22/03/2019 14h48 | atualizado em 22/03/2019 17h10

Jung Joon Young admitiu o crime perante a corte de Seul Foto: Reprodução

Considerado um dos astros do fenômeno k-pop, o cantor Jung Joon Young, de 30 anos, foi preso na Coreia do Sul. O artista é acusado de compartilhar vídeos explícitos de mulheres que foram filmadas sem consentimento. De acordo com a rede CNN, Jung se apresentou à corte de Seul na última quarta-feira (20).

Jung Joon Young admitiu ter compartilhado os vídeos durante relações sexuais com mulheres. Ele confessou que foi responsável por um crime imperdoável.

– Eu admito todas as acusações contra mim. Eu não contestarei as alegações trazidas pela agência de investigação e eu, humildemente, aceitarei a decisão da corte. Eu abaixo minha cabeça em desculpas às mulheres que foram vítimas das minhas ações.

Seungri, do BigBang, abandonou a carreira após escândalo sexual Foto: Reprodução

Outro artista envolvido em escândalo sexual foi o cantor Seungri, do grupo coreano BigBang. Aos 28 anos, ele foi acusado de pegar prostitutas para empresários estrangeiros. Entretanto, ele negou as acusações e abandonou a indústria do entretenimento.

– Eu simplesmente não posso suportar causar mais danos às pessoas ao meu redor, sendo odiado e criticado pelo público e sendo tratado como inimigo da nação durante a investigação – disse Seungri.

Leia também1 Museu de Auschwitz pede que visitantes evitem fotos fúteis
2 Filha de Trump infringe regra de discrição da Casa Branca
3 Quem é o artista por trás da criação da boneca Momo?

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.