Leia também:
X Operação nos EUA prende 37 predadores sexuais de crianças

Brasileiros retidos por restrições em Portugal voltam para o Brasil

Mais de 300 pessoas conseguiram embarcar nesta sexta-feira

Pleno.News - 26/02/2021 16h57 | atualizado em 26/02/2021 17h19

Brasileiros retidos por restrições em Portugal embarcam para o Brasil (Foto Ilustrativa) Foto: Pexels

Mais de 300 brasileiros, que ficaram retidos em Portugal sem poder retornar ao Brasil, devido ao confinamento imposto em Lisboa para conter a propagação do novo coronavírus, conseguiram retornar ao Brasil nesta sexta-feira (26).

Eles voltaram em um voo privado que partiu do aeroporto de Lisboa, após pagarem entre 800 e 1.300 euros (R$ 5,4 mil e R$ 8,7 mil, na conversão atual) pela viagem até São Paulo.

Na semana passada, as autoridades de Brasil e de Portugal entraram em acordo para facilitar voos extraordinários para repatriar seus cidadãos após a suspensão das operações, decretada pelo governo português no mês passado.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Portugal (ABP), Ricardo Amaral, o governo do Brasil havia garantido que continuava a “monitorar a situação dos brasileiros, no entanto, os cidadãos retidos em Portugal não tinham contato com o consulado ou com a embaixada”.

Levando em conta a pandemia da Covid-19, o presidente da ABP pediu ao consulado brasileiro que “olhasse para a diáspora brasileira e convidasse as lideranças e o conselho de cidadãos a buscar soluções”.

Neste sábado (27), um voo da companhia aérea TAP fará o caminho inverso e repatriará centenas de portugueses que ficaram retidos no Brasil.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 Covid-19: Portugal prorroga confinamento até 16 de março
2 Portugal detecta sete primeiros casos da variante brasileira
3 Interceptado com 1,5 tonelada de cocaína, veleiro chega ao Recife
4 Reino Unido pode prender quem omitir passagem pelo Brasil
5 Veja o ranking dos passaportes mais 'poderosos' do mundo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.