Leia também:
X Mãe adotiva diz que trans que engravidou detentas é psicopata

Brasileiro é preso com drogas em Bali, na Indonésia

Ele e outros dois estrangeiros são suspeitos de tráfico de drogas. Polícia apreendeu cerca de 1 kg de droga em cada residência

Gabriel Mansur - 05/08/2022 21h39

Imagem ilustrativa Foto: Pexels

Um brasileiro foi preso em Bali, na Indonésia, suspeito de envolvimento com tráfico de drogas. Ele estava acompanhado de outros dois estrangeiros, sendo um britânico e um mexicano, que também foram detidos. O trio não teve a identidade revelada.

De acordo com a Agência Nacional de Narcotráficos da Província de Bali, eles forneciam cocaína para as aldeias Canggu, Seminyak e Badung Regency. Oficiais da Agência Nacional de Entorpecentes apreenderam 844,6 gramas de cocaína junto com outras drogas, incluindo MDMA e maconha, que estavam com os suspeitos.

A prisão foi decretada há duas semanas, mas só repercutiu nacionalmente nesta sexta-feira (5), As autoridades responsáveis pelas investigações afirmam que o brasileiro foi preso depois que os agentes estiveram em sua casa e apreenderam as drogas.

– Nós investigamos e descobrimos que esta é uma rede internacional. Esses três são traficantes que usam quase 80 a 90 por centro de cocaína para fornecedores das áreas de Canggu e Seminyak — disse o chefe da Divisão de Erradicação do BNNP Bali, Putu Agus Arjaya.

O trio foi identificado pelas autoridades apenas pelas siglas. No caso do brasileiro, PE. Ele é suspeito de fabricar drogas para uma rede internacional de tráfico de drogas, enquanto o britânico foi preso após a polícia receber informações de que ele seria distribuidor dos entorpecentes na ilha de Bali. Sugianyar afirmou que o imigrante do México está em território indonésio desde 2012 e que foi indicado como chefe da organização.

– A quantidade que conseguimos capturar foi de aproximadamente 1 kg. Os entorpecentes estavam com esses três estrangeiros. Havia cerca de 850 gramas de cocaína, além de metanfetamina e outras drogas. Então o total foi de aproximadamente 1kg, em três vilas – explicou Arjaya.

Ele acrescentou que os homens serão punidos de acordo com a Lei de Narcóticos da Indonésia, cuja pena varia de cinco anos de prisão à pena de morte. A punição capital é geralmente aplicada a traficantes e distribuidores de drogas.

Em 2015, dois brasileiros foram executados pela polícia da Indonésia após serem condenados por envolvimento com tráfico de drogas. O país é um dos mais rígidos em leis contra entorpecentes.

Leia também1 Brasileiro preso com maconha na Indonésia faz uso medicinal
2 Estudante brasileiro é preso na Indonésia por posse de maconha
3 Advogada de brasileira presa na Tailândia é detida por tráfico
4 Presa na Tailândia, brasileira se declara culpada e reduz pena
5 Brasileira presa na Tailândia não poderá receber o "perdão real"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.