Leia também:
X Presidente Joe Biden aperta a mão de “ninguém” após discurso

Brasileira presa na Tailândia vai receber notícia da morte da mãe na próxima semana

Thelma Coelho, mãe de Mary Hellen, morreu na última quarta-feira após lutar contra um câncer

Paulo Moura - 15/04/2022 14h22 | atualizado em 15/04/2022 14h25

Mary Hellen foi presa ao desembarcar no aeroporto de Bangkok, na Tailândia Foto: Arquivo Pessoal

Mary Hellen, a brasileira presa na Tailândia por tráfico internacional de drogas, será avisada da morte da mãe, Thelma Coelho, na próxima segunda-feira (18). A informação foi divulgada nesta sexta-feira (15) pela defesa de Mary. A mãe da brasileira lutava contra um câncer e morreu na última quarta-feira (13).

– Conseguimos contato com o agente consular na Embaixada de Bangkok e ele nos informou que na segunda-feira dará a notícia para a Mary Hellen – disse a advogada Kaelly Cavoli Moreira.

O advogado Telêmaco Marrace, que faz parte do grupo que defende Mary Hellen, tentava contato direto na prisão Samut Prakan, onde a brasileira está presa, mas não teria conseguido avisar Mary da notícia por conta da falta de um tradutor ou de alguém que soubesse falar inglês, naquele momento, ao telefone.

– Infelizmente não encontrei ninguém que fosse fluente na língua inglesa e me atenderam no idioma tailandês – declarou.

Marrace revelou que, em conversa com a advogada tailandesa Yai Nancy sobre um possível perdão do Rei Rama X que pudesse livrar Mary Hellen de qualquer tipo de pena, a defensora tailandesa apontou que isso poderia acontecer em caso de participação ativa do embaixador do Brasil na Tailândia.

– A minha colega Yai Nancy acha que uma participação mais ativa do embaixador brasileiro na Tailândia seja primordial para o desfecho do caso, fazendo o papel diplomático junto à realeza da Tailândia. Afinal é uma brasileira que está pedindo ajuda, à mercê das autoridades tailandesas – completou o advogado brasileiro.

MORTE DA MÃE DE MARY HELLEN
Thelma Coelho, mãe de Mary Hellen Coelho, a brasileira que está presa desde fevereiro na Tailândia por tráfico internacional de drogas, morreu na última quarta-feira (13), em Pouso Alegre, Minas Gerais, após lutar contra um câncer.

Na semana passada, Mary Hellen enviou uma carta para os familiares. Escrita em inglês, para facilitar o entendimento das autoridades locais, a jovem dizia no texto que esperava que a mãe melhorasse logo. Ela também enviava beijos e abraços para parentes e amigos.

– Manda um beijo ao meu avô e para minha avó. Lembro de todos vocês no Brasil. Mãe, eu amo você tanto e espero que você melhore logo. Um grande obrigada a todos do Brasil por me ajudarem. Estou muito feliz agora. Espero que minha família e todos os amigos me respondam – escreveu a jovem.

O CASO
Mary Hellen e um amigo de 27 anos foram presos no dia 14 de fevereiro deste ano, no aeroporto de Bangkok, na Tailândia. Um outro rapaz, de 24 anos, que levava parte das drogas em outro voo, também foi preso ao desembarcar. Os três saíram de Curitiba com a cocaína distribuída nas malas.

O conteúdo das bagagens chamou a atenção de funcionários durante a inspeção do raio-X, e as malas foram revistadas. Mary Hellen e o rapaz levavam 9 quilos da droga em um compartimento secreto. Já o jovem de 24 anos levava consigo 6,5 quilos de cocaína.

Conhecida pelas duras leis contra o tráfico de entorpecentes, a Tailândia pode punir o crime com prisão perpétua e até com pena de morte – com base na quantidade de drogas e nas circunstâncias.

Leia também1 Morre a mãe da jovem brasileira presa por tráfico na Tailândia
2 Brasileira presa com cocaína na Tailândia envia carta à família
3 "Ufa!", ironiza Araújo ao deixar comando da campanha de Doria
4 Presidente Joe Biden aperta a mão de "ninguém" após discurso
5 Jovem conservador é agredido: "Me chamaram de fascista"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.