Leia também:
X Pesquisas mostram rejeição dos japoneses aos Jogos Olímpicos

Bill Gates saiu da Microsoft por caso extraconjugal, diz jornal

Empresa abriu investigação sobre o assunto, mas bilionário deixou conselho antes da conclusão

Thamirys Andrade - 17/05/2021 10h51 | atualizado em 17/05/2021 11h53

Bill Gates anunciou seu divórcio da esposa, Melinda Gates, recentemente Foto: Reprodução

Bill Gates deixou o conselho de diretores da Microsoft em 2020, após a empresa abrir uma investigação sobre um caso extraconjugal entre o bilionário e uma funcionária da empresa. Sua saída ocorreu apenas três meses depois de ele assumir o posto. As informações são do The Wall Street Journal.

O conselho da empresa recebeu uma carta de uma engenheira da Microsoft em 2019, relatando que ela matinha uma relação com Gates por anos e exigindo mudanças no trabalho. Uma equipe de advogados foi contratada para tratar do caso, mas Gates decidiu deixar o cargo antes da conclusão das investigações.

De acordo com uma porta-voz do bilionário, trata-se de “um caso há quase 20 anos que terminou amistosamente”. Ele nega que a saída tenha sido motivada pelo relacionamento e afirma que Gates deixou a empresa para se concentrar na organização filantrópica criada junto de sua esposa, a Fundação Bill e Melinda Gates.

Leia também1 Bill Gates e Melinda Gates anunciam fim do casamento
2 Amizade entre Gates e bilionário criminoso sexual motivou divórcio
3 Sem acordo nupcial, divórcio dos Gates pode ser maior da história
4 No dia do divórcio, Bill Gates deu R$ 9,5 bi em ações para Melinda
5 Plano de Bill Gates de 'escurecer' o sol é proibido pela Suécia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.