CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Símbolo Antifa tem exaltação ao comunismo e anarquismo

Bill de Blasio aprova protestos, mas é contra cultos

Prefeito de Nova Iorque vetou encontros religiosos com mais de 10 pessoas

Pleno.News - 03/06/2020 17h27 | atualizado em 03/06/2020 18h45

Bill de Blasio, prefeito de Nova Iorque Foto: FE / Ed Reed / Prefeitura de Nova Iorque

O prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, explicou na terça-feira (2) o motivo de continuar proibindo reuniões religiosas, enquanto permite os protestos de George Floyd em meio ao surto do novo coronavírus. As informações são da Fox News.

Ele foi questionado sobre o assunto pelo repórter Reuvain Borchardt, do jornal judaico Hamodia, que citou lojas fechadas e proibição de cultos para mais de 10 pessoas. Para o jornalista, o posicionamento de apoiar protestos, em meio à pandemia, e proibir outras atividades, é incoerente.

Bill respondeu e disse que sente pelos donos de lojas.

– Obrigado, você é um cara esperto que faz uma pergunta inteligente, mas vou lhe dizer que quem pensa que há regras diferentes para pessoas diferentes, novamente, não está se esforçando muito para ver a realidade. Estamos no meio de uma crise nacional, uma profunda crise nacional. Não há comparação. Sinto muito, sinto muito pelos donos das lojas. Realmente sinto – falou o prefeito.

Blasio defendeu os protestos, citando os muitos anos de racismo no país.

– Quando você vê uma nação, uma nação inteira lutando simultaneamente com uma crise extraordinária gerada em 400 anos de racismo americano, me desculpe, isso não é a mesma pergunta que o compreensivelmente magoado dono da loja ou a pessoa religiosa devota, que quer voltar aos cultos… Isso não é sobre qual lado do espectro você está. Trata-se de uma profunda e profunda crise americana – avaliou o prefeito.

Para os críticos do democrata, há desrespeito aos direitos religiosos da Primeira Emenda.

– Mais uma vez, isso significa que ele está violando ativamente a Primeira Emenda. ‘Eu concordo com a causa’ não é uma justificativa para permitir um tipo de reunião e ao mesmo tempo não permitir outro. Além disso, tire sua mala de ferramentas absolutamente incompetente, Bill de Blasio – declarou o escritor Ben Shapiro, no Twitter.

– De Blasio escolhe saqueadores em vez de donos de empresas, que cumprem a lei, por ‘400 anos de racismo’. Não é de admirar que sua cidade esteja sendo queimada – disse o comentarista político, Andrew Sullivan.

Leia também1 Pastor ganha almas para Cristo em meio a protestos
2 Donald Trump lamenta morte de policial negro durante atos
3 Policial negro aposentado é morto durante atos nos EUA
4 Irmão de George Floyd condena violência em atos
5 #BlackoutTuesday: Artistas se unem na web contra o racismo

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo