Leia também:
X Susto! Homem cai dentro de vulcão no Havaí e sobrevive

Avião que sumiu com 239 pessoas pode ter sido achado

Desaparecimento do voo da Malaysia Airlines em 2014 ainda é um grande mistério

Gabriela Doria - 03/05/2019 17h59 | atualizado em 03/05/2019 18h02

Voo MH370, da Malaysia Airlines, é um dos maiores mistérios da aviação Foto: Divulgação

Um dos maiores mistérios na história da aviação mundial pode ter sido desvendado por matemáticos. Através de cálculos complexos, cientistas americanos indicam o que poderia ser o local onde o Boeing 777, da Malaysia Airlines, caiu.

A aeronave, que levava 239 pessoas, desapareceu enquanto fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim, em 2014. Desde então as autoridades obtiveram apenas pequenos destroços da aeronave.

Segundo os cientistas, o local onde o avião pode ter caído fica ao norte de onde as buscas foram concentradas. O complexo modelo matemático baseia-se na análise de imagens de satélites que monitoram o movimento de boias no oceano Índico. Levando-se em consideração as correntes marítimas, os ventos e as ondas, é possível determinar a região em que possivelmente os destroços da aeronave caíram.

Além disso, os matemáticos incluíram a mudança das estações na equação, o que levou a três possíveis localizações.

DESAPARECIMENTO SEM VESTÍGIOS
Em 8 de março de 2014, o voo MH370 da companhia aérea Malaysia Airlines desapareceu no oceano Índico. A aeronave fazia o trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim e levava 239 pessoas a bordo.

Até hoje, o sumiço da aeronave e os poucos destroços encontrados fizeram do acidente um dos mais misteriosos na história da aviação mundial.

Em maio de 2018, o governo da Malásia decretou o fim das buscas e admitiu que não sabia a causa do acidente.

Leia também1 Susto! Homem cai dentro de vulcão no Havaí e sobrevive
2 4 aeroportos aderem às novas regras da bagagem de mão
3 Veja, em 70 fotos, a situação caótica na Venezuela

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.