Leia também:
X Autoridades prendem brasileira que ‘invadiu Capitólio’ nos EUA

Autoridades já prenderam mais de 170 manifestantes no Canadá

Detidos integravam o chamado "Comboio da Liberdade"

Henrique Gimenes - 20/02/2022 16h05 | atualizado em 21/02/2022 12h32

Autoridades já prenderam mais de 170 pessoas no Canadá Foto: EFE/EPA/AMRU SALAHUDDIEN

Desde a sexta-feira (18), autoridades do Canadá já prenderam mais de 170 pessoas e rebocaram mais de 50 carros de manifestantes que integram o “Comboio da Liberdade”. Eles fazem parte de uma manifestação em Ottawa contrária a medidas de enfrentamento à Covid-19 no país

Os protestos já duram mais de três semanas e tiveram início após o governo do Canadá decidir impor uma quarentena a caminhoneiros canadenses que voltaram dos Estados Unidos (EUA) e não se imunizaram contra a Covid-19. Diante da situação, eles decidiram iniciar o “Comboio da Liberdade”, que acabou recebendo o apoio de outros moradores do país.

Em entrevista à imprensa, o chefe da polícia, Steve Bell, disse que a operação ainda está “avançando”.

A operação ainda está avançando. Não acabou e levará mais tempo, até que alcancemos nossos objetivos […] Vamos procurar ativamente identificá-los e impor sanções financeiras e acusações criminais […] A investigação vai continuar nos próximos meses – destacou.

A medida foi tomada após a aplicação da Lei de Emergências, anunciada na segunda-feira (14) pelo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

Leia também1 Manifestantes do 'comboio da liberdade' são presos no Canadá
2 Sob tensão com Rússia, Ucrânia tem creche bombardeada
3 Brasil pode moderar tensão entre Ucrânia e Rússia, diz Aécio
4 Canadá: Trudeau quer poderes de emergência contra protestos
5 Centenas de pássaros caem mortos sobre casas no México

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.