Leia também:
X Filha de bilionário assassinada nos EUA era cristã e professora

Ator de James Bond é acusado de homofobia e machismo

Artista foi removido de todas as apresentações futuras da turnê The Music of James Bond

Pleno.News - 13/09/2022 10h13 | atualizado em 13/09/2022 10h27

À esquerda, George Lazenby interpretando James Bond. À direita, o ator nos dias atuais. Foto: Reprodução / Youtube / James Bond 007

O ator George Lazenby, que já viveu James Bond no filme 007 – A Serviço de Sua Majestade, de 1969, foi acusado de propagar comentários “homofóbicos” e “misóginos” em um evento sobre a franquia do agente secreto britânico.

George era um dos participantes de uma turnê australiana chamada The Music of James Bond, focada nos filmes do personagem da literatura e do cinema. No entanto, o ator australiano de 83 anos foi removido de todas as apresentações futuras da turnê.

Em entrevista à emissora de rádio 6PR, de Perth, uma mulher que assistiu à apresentação alegou que Lazenby passou a apresentação inteira “falando basicamente sobre suas conquistas sexuais”.

– Ele foi homofóbico e certamente não estava falando sobre seu filme como James Bond – acusou.

Outro participante descreveu a apresentação como “histórias misóginas sobre as proezas sexuais de George Lazenby, detalhes íntimos de diarreia e objetificação de mulheres”.

– Foi só quando um espectador gritou: “Com licença, isso é ofensivo”, que a tensão ficou evidente e George foi retirado do palco e a música salvou o dia – acrescentou um espectador ao jornal The West Australian.

Após a repercussão negativa, o ator compartilhou um comunicado em seu perfil oficial no Twitter:

– Lamento e entristece saber que minhas histórias em Perth no sábado podem ter ofendido algumas pessoas. Nunca foi minha intenção fazer comentários ofensivos ou homofóbicos e sinto muito se minhas histórias que compartilhei foram interpretadas dessa maneira. Eu só desejo compartilhar as verdadeiras conquistas da minha vida, que são meus filhos (…). Agora, nos meus 80 anos, família e amigos são naturalmente o que é mais importante para mim. Com amor, George – escreveu.

*AE

Leia também1 Filha de bilionário assassinada nos EUA era cristã e professora
2 EUA: Clínicas se opõem a esperar 24h antes de realizar aborto
3 Após dores, mulher descobre que cérebro estava “vazando”
4 Príncipe Harry escreve carta aberta à rainha Elizabeth II
5 Rei Charles "vetou" Meghan em última visita de Harry à rainha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.