Leia também:
X Pessoa se perde, mas não atende resgate com nº desconhecido

Assistente que entregou arma a Baldwin diz que não a revisou

Dave Halls afirma que estava "convicto" de que a arma não continha munição real

Pleno.News - 28/10/2021 09h49 | atualizado em 28/10/2021 10h11

Ator Alec Baldwin Foto: EFE/EPA/John G. Mabanglo

Dave Halls, o diretor assistente que, na última quinta-feira (21), entregou a Alec Baldwin a arma com a qual este acidentalmente matou Halyna Hutchins nas gravações do filme Rust, admitiu que não verificou a arma antes de ensaiar a cena na qual o tiro fatal foi disparado, porque estava convicto de que ela não continha munição real.

A declaração, divulgada nesta quarta-feira (27) pelo Escritório do Xerife do condado de Santa Fé, no estado do Novo México (EUA), é consistente com a hipótese formulada pelos investigadores após confiscarem cerca de 500 cartuchos com munição na área do set de filmagens, entre os quais eles acreditam que havia balas reais misturadas com projéteis falsos.

Ao contrário das balas de festim, que recriam a explosão de uma arma, as fictícias não contêm pólvora e só são usadas quando o roteiro pede que um projétil apareça na tela.

A cena que Baldwin ensaiava era um primeiro plano de sua mão disparando a arma na direção da câmera.

Por sua vez, Hannah Gutierrez Reed, a armeira da produção, disse às autoridades que havia se certificado de que a arma continha balas falsas no início do dia e alegou que não tinha conhecimento da presença de munição real no set.

Entretanto, seu relato contradiz o que o xerife de Santa Fé, Adan Mendoza, disse recentemente em uma entrevista coletiva, pois os itens confiscados por sua equipe incluem cerca de 500 munições que ele descreveu como uma mistura de “cartuchos de festim, balas falsas” e o que ele suspeita que possam ser “balas reais”.

Nesta fase da investigação, as autoridades de Santa Fé hesitam em tirar conclusões precipitadas e estão considerando todos os cenários possíveis, incluindo acusação formal contra envolvidos nas gravações de Rust.

Em resposta a perguntas de jornalistas sobre a possível responsabilidade legal de Baldwin, que além de protagonista do longa é também um dos produtores, o xerife enfatizou que “nada está fora de questão”.

A única confirmação até agora é a de que a arma que Baldwin disparou foi um revólver Colt 45 que estava armazenado junto a duas outras armas, uma modificada para que não pudesse disparar munições reais e outra de plástico.

Com o progresso das investigações oficiais, outros detalhes surgiram, como o de que o assistente que entregou a arma a Baldwin foi demitido de outra produção, em 2019, devido a um incidente semelhante, embora felizmente não tenha ferido ninguém.

*EFE

Leia também1 Justiça não descarta acusação criminal contra Alec Baldwin
2 Diretor que deu arma a Baldwin foi demitido por caso parecido
3 Rust: Amigo de diretora relata desespero no set após disparo
4 Alec Baldwin cancela todos os projetos após tragédia em set
5 "Alec Baldwin não tem culpa", afirma pai de diretora morta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.