Leia também:
X Sem certeza sobre eficácia, novo lote da CoronaVac chega em SP

Argentina recebe 1º lote de doses da vacina Sputnik V, da Rússia

Vacinação começará pelos profissionais da saúde

Pleno.News - 24/12/2020 14h34 | atualizado em 24/12/2020 14h36

Argentina recebe 1º lote de doses da vacina Sputnik V, da Rússia Foto: Reprodução

O avião da companhia Aerolíneas Argentinas, que viajou a Moscou na terça-feira (22) para buscar o primeiro lote da vacina russa contra a Covid-19, Sputnik V, chegou nesta quinta-feira (24) a Buenos Aires, dando sequência ao plano do governo argentino de iniciar a vacinação ainda neste ano.

O avião aterrissou no Aeroporto Internacional de Ezeiza, pouco antes das 10h30 (horário de Brasília), com as primeiras 300 mil doses da vacina, que serão aplicadas nos próximos dias a profissionais da saúde em risco.

Em reunião do Comitê de Vacinação, realizada no último dia 16 e liderada pelo presidente argentino, Alberto Fernández, foi definida a logística para distribuir e aplicar as vacinas.

Até o momento, as autoridades argentinas já autorizaram o uso da vacina russa, que deverá ser aplicada em 10 milhões de pessoas até fevereiro, e do imunizante desenvolvido por Pfizer e BioNTech, que ainda não teve um acordo de aquisição fechado.

O contrato para adquirir a Sputnik V foi o terceiro assinado pela Argentina: o primeiro foi com AstraZeneca e Universidade de Oxford, cuja vacina será aplicada a partir de março, e o segundo foi com a a aliança internacional Covax, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em comunicado oficial, o governo argentino informou que as etapas de vacinação serão organizadas segundo o risco de infecção grave e exposição. O país já registrou 1,56 milhão de casos de Covid-19, entre eles 42.314 mortes.

A vacinação começará pelos profissionais da saúde, depois será dividida por etapas: pessoas com mais de 70 anos, pessoas com idades entre 60 e 69 anos, membros das Forças Armadas e de segurança, pessoas com idades entre 18 e 59 anos em grupos de risco, professores e outras populações estratégicas.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 União Europeia e Reino Unido chegam a acordo pós-Brexit
2 Covid: Argentina decide proibir a entrada de estrangeiros
3 Em rede social, Donald Trump manda recado para o Irã
4 Israel detecta quatro casos de variante do coronavírus
5 Chile iniciará vacinação contra a Covid-19 nesta quinta-feira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.