Leia também:
X Cientistas anunciam descoberta de múmia egípcia grávida

Argentina bate novo recorde diário de mortes por Covid-19

País registrou 561 mortes em decorrência do vírus

Pleno.News - 29/04/2021 19h34 | atualizado em 29/04/2021 19h46

Argentina bate novo recorde de mortes por Covid-19 Foto: EFE/Juan Ignacio Roncoroni

A Argentina relatou nesta quinta-feira (29) 561 novas mortes por Covid-19, o número mais alto no país desde o início da pandemia, e que elevou o total de óbitos para 63.508, enquanto a quantidade de casos de infecção subiu para 2.954.943, com mais 26.053 nas últimas 24 horas.

O número de vítimas do vírus SARS-CoV-2 em território argentino é um pouco maior que o da última sexta-feira (23), dia da antiga pior marca, com 557 mortes. Já a quantidade de contágios foi maior que a de ontem, quando haviam sido reportados 23.718, mas ficou distante do recorde, registrado em 16 de abril, com 29.472 infecções.

De acordo com o relatório diário do Ministério da Saúde argentino, 2.608.077 pessoas se recuperaram da Covid-19, enquanto 5.317 pacientes permanecem internados em unidades de terapia intensiva. A taxa de ocupação desse tipo de leito para todas as doenças é de 68,4% a nível nacional, mas o percentual sobe para 76,6% se apenas a região metropolitana de Buenos Aires for considerada.

A Argentina vem atravessando há quase um mês um aumento vertiginoso no número de casos de Covid-19, com um nível crescente de ocupação de leitos. O governo determinou uma série de medidas restritivas que expiram nesta sexta, mas provavelmente serão estendidas e até mesmo intensificadas, tendo em vista o aumento do contágio e a delicada situação da rede hospitalar.

Enquanto enfrenta a ofensiva da segunda onda de contágio, a Argentina, com uma população de cerca de 45 milhões de pessoas, continua sua campanha de vacinação contra o coronavírus, iniciada no fim de dezembro.

De acordo com os números oficiais divulgados nesta segunda-feira, 7.715.006 doses foram administradas até o momento e 908.441 pessoas tomaram duas injeções, completando o processo de imunização.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 Cientistas anunciam descoberta de múmia egípcia grávida
2 Vídeo mostra a SWAT fechando igreja evangélica no Canadá
3 Anvisa apresenta documentos sobre falha técnica na Sputnik V
4 Show em Barcelona com 5 mil pessoas não aumentou infecções
5 Papa diz que pandemia agravou dificuldades dos venezuelanos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.