Leia também:
X Ataque armado em Burkina Fasso deixa cerca de 100 mortos

Após surto de Covid, Índia tem queda no número de infecções

Diminuição drástica, no entanto, não se reflete em mudança significativa nas mortes

Pleno.News - 05/06/2021 18h46

Taj Mahal índia
Casos diários caíram de 400 mil para 120,5 mil em dois meses Foto: Pixabay

A Índia registrou neste sábado (5) o menor número de novos casos de coronavírus em 58 dias, com 120.529, quantidade bem distante das 400 mil infecções diárias de um mês atrás e que se reflete em algumas regiões como Nova Délhi, que anunciou mais um passo na saída gradual da quarentena.

Segundo o Ministério da Saúde indiano, desde o começo da pandemia, o país asiático registrou 28,6 milhões de contágios, número menor apenas que o dos Estados Unidos, que até hoje relatou 33,3 milhões.

A diminuição drástica, no entanto, não se reflete em uma mudança significativa nas mortes. Foram confirmadas mais 3.380 nas últimas 24 horas, em comparação com mais de 4,5 mil de duas semanas atrás. Com isso, o total subiu para 344.082 e deixa a Índia em terceiro lugar no ranking mundial vítimas do vírus SARS-CoV-2, atrás dos EUA e do Brasil.

Especialistas consultados pela Agência Efe consideram normal, entretanto, que o número de mortes comece a diminuir algumas semanas depois do pico das infecções, como já acontece em algumas regiões. Eles também chamaram a atenção para a lenta e pobre coleta desses dados no país.

Enquanto isso, a campanha de vacinação continua sendo a principal opção para derrotar a pandemia. Com 1,35 bilhão de habitantes, a Índia vem se movendo lentamente, com 227 milhões de doses administradas desde janeiro, 3,5 milhões ontem. Cerca de 45 milhões de pessoas estão completamente imunizadas.

NOVA DÉLHI
Em Nova Délhi, a taxa de testes de coronavírus com resultados positivos está em 0,5%, e menos de 500 casos foram registrados nas últimas 24 horas, segundo o ministro-chefe da capital, Arvind Kejriwal. Em 19 de abril, o percentual foi de 30%, com mais de 28 mil contágios.

Nessa data foi imposto um bloqueio na região, que começou a ser flexibilizado nesta semana, permitindo o retorno ao trabalho na construção e nas fábricas. A partir de segunda-feira (7), novas restrições serão suspensas.

– A situação da Covid-19 em Nova Délhi está melhorando lentamente. Como resultado, decidimos iniciar o processo de desescalonamento na semana passada. É importante colocar a economia de volta nos eixos. A partir de segunda-feira, o confinamento continuará, mas permitiremos a reabertura de muitas atividades – anunciou Kejriwal.

*EFE

Leia também1 China autoriza uso emergencial da CoronaVac em menores
2 Fiocruz chega a 50 milhões de doses de vacinas entregues
3 Covid: Saúde detalha logística de distribuição de vacinas
4 Putin pede que países europeus reconheçam vacina Sputnik V
5 Anvisa libera importação da Sputnik e Covaxin para o Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.