Corpo de Bombeiros tem a 1ª mulher piloto de helicóptero

Major Rachel Lopes entrou para equipe seleta da corporação no Rio de Janeiro

Pleno.News - 11/01/2019 21h53

Piloto Rachel Lopes Foto: Reprodução

No Rio de Janeiro, a major Rachel Lopes se tornou a primeira mulher a ser aceita para o quadro de pilotos de helicóptero do Corpo de Bombeiros. Ela, agora, integra uma seleta equipe formada por 11 militares que controlam as aeronaves.

Com 37 anos, Rachel contou ao jornal O Globo que entrou para a corporação em 2001. Ela garantiu ainda que nunca enfrentou preconceitos.

– A gente acaba conquistando a confiança pelo nosso trabalho. Antigamente existia esse pensamento de que algumas profissões são para homens e outras para mulheres, mas hoje isso está ficando para trás. É uma honra imensa para mim, abrir caminho para mais uma grande conquista feminina, sobretudo em uma corporação que tem essa missão tão nobre, de salvar vidas – declarou.

Além de Rachel, outras duas militares já entraram para a equipe do GOA. Elas ainda atuam como co-piloto, mas em breve serão comandantes. Desde 1856, quando foi fundada pelo imperador Dom Pedro II, a corporação era composta majoritariamente por homens, mas os tempos mudaram.

Entre os anos de 1992 e 1999, 356 mulheres ingressaram no Corpo de Bombeiros. Nos últimos oito anos, mais 1.168 mulheres passaram a integrar o quadro militar da corporação. Atualmente, elas correspondem a cerca de 17% do efetivo total.

TRAJETÓRIA
O amor por voar é de família. Dois irmãos de Rachel são pilotos de helicóptero. Um deles atua na Força Aérea e o outro na Marinha. Ela se inspirou nos exemplos que tinha em casa para saber como poderia se tornar comandante de aeronaves nos Bombeiros.

Antes de fazer parte do Grupamento de Operações Aéreas (GOA), Rachel era combatente. Ela chegou a integrar a equipe que resgatou vidas após uma forte chuva na Região Serrana do Rio de Janeiro, em 2011.

LEIA TAMBÉM+ Meghan dá conselhos de moda em projeto de caridade
+ 1ª mulher a comandar caça é piloto do avião presidencial


Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158