Saiba quem são os cristãos que podem ocupar vaga no STF

Presidente Jair Bolsonaro perguntou se não está na hora de ter um "ministro evangélico"

Pleno.News - 10/06/2019 11h47

Após o presidente Jair Bolsonaro criticar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por eles “legislarem” ao discutir a equiparação de homofobia ao crime de racismo, Bolsonaro questionou se não está na hora de “termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico”.

Pensando nisso, o Pleno.News fez uma lista de profissionais cristãos que podem ocupar a vaga de juiz no órgão. Lembrando que a próxima oportunidade surgirá até o fim do ano que vem, quando o ministro Celso de Mello se aposentará compulsoriamente devido ao limite de idade prevista em lei, de 75 anos.

SÉRGIO MORO
Atual ministro de Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro costuma ser muito discreto quando se trata de sua vida pessoal. Apesar disso, sabe-se que ele é católico. Moro também mantém um bom relacionamento com a comunidade evangélica. Recentemente, o ministro recebeu em Brasília o pastor e presidente da nacional de Os Gideões Internacionais, Mauricio Melo Menezes. O pastor presenteou Moro com um exemplar do Novo Testamento e orou com ele.

MARCELO BRETAS
O juiz Marcelo Bretas é evangélico e já demonstrou várias vezes sua fé. Em abril deste ano, ele chegou a compartilhar a música Força, da cantora Bruna Karla, nas redes sociais. Bretas passou a infância e juventude na Assembleia de Deus e atualmente congrega com a família na Comunidade Internacional Evangélica da Zona Sul, no Rio de Janeiro. O trabalho dele ganhou destaque na mídia por sua atuação em processos da Lava Jato.

HUMBERTO MARTINS
O nome de Humberto Martins está entre os que podem ser indicados ao STF. Ele é vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e corregedor nacional de Justiça. Martins é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

ANDRÉ LUIZ MENDONÇA
Indicado no ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar a Advocacia-Geral da União (AGU), o advogado André Luiz de Almeida Mendonça também estaria sendo considerado para a vaga no STF. Ele é mestre em Corrupção e Estado de Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha. Mendonça é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília.

WILLIAM DOUGLAS
William Douglas é juiz federal da 4ª Vara Federal de Niterói, no Rio de Janeiro. Além de ser bacharel em Direito, ele também possui pós-graduação em Políticas Públicas e Governo e mestrado em Estado e Cidadania.

O magistrado também é escritor e já escreveu mais de 40 livros. Entre eles estão: As 25 Leis Bíblicas do Sucesso, O Poder dos 10 Mandamentos e Os 10 Mandamentos para uma Vida Melhor.

IVES GANDRA FILHO
O ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Ives Gandra Filho é mais um dos profissionais que podem ser indicados ao STF. Ele é doutor em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutor honoris causa em Filosofia pela Academia Brasileira de Filosofia. Gandra Filho atua como ministro do TST desde 1999. Ele foi presidente da instituição entre 2016 e 2018. Assim como Moro, Gandra Filho é católico.

LEIA TAMBÉM+ Israel 71 anos: Veja quem já se batizou no Rio Jordão
+ Padre Fábio de Melo diz que deseja parar de cantar
+ Ferber faz exames e diz que está no caminho do milagre


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo