Leia também:
X Bolsonaro vence eleição popular de personalidade do ano da Time

Religiões devem “se adaptar ao socialismo”, declara Xi Jinping

Presidente chinês citou membros do governo adeptos da visão marxista da religião

Pierre Borges - 07/12/2021 17h10 | atualizado em 07/12/2021 20h48

Presidente da China, Xi Jinping
Presidente da China, Xi Jinping Foto: EPA-EFE/ROMAN PILIPEY

O presidente da China, Xi Jinping, declarou que em seu país as religiões deverão “se adaptar ao socialismo”. A declaração ocorreu em uma conferência nacional sobre trabalhos relacionados a assuntos religiosos, que ocorreu no último final de semana.

– Esforços são necessários para reunir e orientar melhor os crentes religiosos a trabalhar em conjunto com o público em geral para desenvolver a China [transformando-a] em um grande país socialista moderno em todos os aspectos e [a] realizar o sonho chinês de revitalização nacional – defendeu.

De acordo com a agência de notícias estatal Xinhua News, Xi Jinping considera que “as religiões na China têm sido cada vez mais chinesas na orientação e [que] os grupos religiosos têm aumentado seu reconhecimento da pátria, da nação chinesa, da cultura chinesa, do Partido Comunista Chinês e do socialismo com características chinesas”.

Para ele, a China possui princípios de liberdade de credo e respeita crenças religiosas pessoais, mas, ainda assim, é necessário “orientar ativamente as religiões a se adaptarem à sociedade socialista”.

O chefe do executivo chinês citou funcionários do partido e do governo adeptos da visão marxista sobre religião, destacando que são “competentes” para se envolver em questões relacionadas ao tema.

Leia também1 Bolsonaro: "A Anvisa quer fechar o espaço aéreo de novo, p****"
2 Bolsonaro vence eleição popular de personalidade do ano da Time
3 Coppolla critica a esquerda após ataques a evangélicos por André Mendonça no STF
4 'Quem chegar à Presidência vai renovar STF', destaca Bolsonaro
5 Biden ameaça Putin em caso de ataque contra Ucrânia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.