Leia também:
X Pra. Fabíola Bastos promove a 9ª edição da Conferência Escolhidas

“Quem governa o Brasil é o Senhor Jesus”, declara Michelle

Ao lado do presidente Jair Bolsonaro, primeira-dama falou a líderes evangélicos em Manaus

Monique Mello - 30/05/2022 13h53 | atualizado em 30/05/2022 14h25

Presidente Jair Bolsonaro e primeira-dama Michelle Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

Durante encontro com líderes evangélicos em Manaus, Amazonas, neste sábado (28), a primeira-dama Michelle Bolsonaro teve a oportunidade de falar sobre a sua posição e que está cumprindo um propósito de Deus para com o Brasil.

– Nós estamos vivendo um momento difícil, mas um momento que foi dado por Deus e estamos cumprindo um propósito dele. Fácil não é. Estamos com um projeto de prosperidade e libertação da nossa nação e, crendo nisso, nós seguimos em frente – declarou ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a primeira-dama, Bolsonaro é um instrumento de Deus para o país.

– Nós declaramos todos os dias que esta nação é do Senhor, nós declaramos que quem governa o nosso Brasil é o Senhor Jesus Cristo. O presidente Jair Messias Bolsonaro é apenas um instrumento de Deus nessa guerra e então é isso, agradecemos a Deus por essa oportunidade e que este dia seja um dia para a honra e glória do nome Dele. Que Deus abençoe cada um de vocês – completou.

Bolsonaro esteve em Manaus neste fim de semana e participou da Marcha para Jesus.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pleno.News (@plenonews)

Leia também1 Zambelli compara Marcha para Jesus com arrastões na Virada Cultural
2 Bolsonaro sobrevoa o Recife após chuvas matarem mais de 80
3 Bolsonaro anuncia crédito sem juros a atingidos por chuvas
4 Pra. Fabíola Bastos promove a 9ª edição da Conferência Escolhidas
5 Emocionada, Karina Bacchi é batizada nas águas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.