Leia também:
X Pastor Felippe Valadão reage a despachos postos diante do palco

Pr. Felippe Valadão diz não ser o que os jornais estão falando

Líder cristão foi acusado de intolerância por sua reação aos despachos postos diante de palco em evento gospel

Pleno.News - 21/05/2022 17h03 | atualizado em 23/05/2022 10h52

pastor Felippe Valadão
Pastor Felippe Valadão Foto: Reprodução / Youtube

Após ser acusado de intolerância, o pastor Felippe Valadão usou as redes sociais para dizer que ele não é o que os jornais ou as mídias estão falando a seu respeito. Ele convidou as pessoas que têm acessado o seu Instagram para criticá-lo a irem até a sua igreja, Lagoinha de Niterói, e o conhecerem “de coração aberto”. Ele prometeu que o resultado será surpreendente.

– Você que acha que eu sou isso aí que o jornal fala ou as mídias estão falando, né? Normal,; o papel deles [da mídia] é esse mesmo, eles têm que vender matéria, eles têm que gerar engajamento, é isso aí, eles estão no papel deles. Então, você quer saber quem sou eu? Quer saber o que as pessoas que me seguem pensam a meu respeito? Vem na Lagoinha Niterói. Pode vir de coração aberto, você vai se surpreender – declarou o pastor.

O caso teve início durante um evento de comemoração aos 189 anos da cidade de Itaboraí, realizado na última quinta-feira (19), na Avenida 22 de Maio, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Na ocasião, foram deixados quatro despachos diante do altar, e o pastor Felippe reagiu:

– De ontem para hoje tinha quatro despachos aqui na frente do palco. Avisa aí para esses endemoniados de Itaboraí: O tempo da bagunça espiritual acabou, meu filho. A Igreja está na rua! A Igreja está de pé! E ainda digo mais: Prepara para ver muito centro de umbanda sendo fechado na cidade! – declarou o líder cristão no evento realizado pela Prefeitura, que reuniu diversos artistas gospel.

Na ocasião, o pastor também afirmou que chegará um tempo em que “Deus vai começar a salvar esses pais de santo que tem na cidade.” As falas geraram protesto por parte de setores da imprensa e de entidades de religiões africanas.

O pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), foi um dos que saíram em defesa de Felippe, destacando que “o lugar do culto é inviolável” segundo a Constituição.

– Religiões afro colocaram despacho na frente do palco, isso é intolerância religiosa! O que o Felippe Valadão fez foi uma reação da sua indignação – assinalou.

O desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, William Douglas, também defendeu o líder cristão, negando que ele seja uma pessoa “intolerante”.

– O pastor Felippe Valadão fez declarações bastante deselegantes nesse evento e está sendo massacrado pela imprensa. Conheço o pastor Felippe, e ele não é intolerante. Espero que todos avaliem o quadro completo: era um show gospel e alguém ou alguns fez/fizeram despachos em frente ao palco. Felippe foi rude nas palavras, mas teve reação a uma deselegância e rudeza que fizeram contra todos os presentes no culto. Foi uma retorção imediata – declarou Douglas.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.