Leia também:
X Alckmin tentará atrair “pastores desconhecidos” para apoiar Lula

Pastora cita princípios e explica voto em Jair Bolsonaro

"Ele propôs a preservação da família e Deus acima de todos", disse Raquel Prado à BBC

Pleno.News - 13/05/2022 17h35 | atualizado em 13/05/2022 18h36

Pastora Raquel Prado Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Upgrade Jovem

Em entrevista à BBC Brasil, a pastora Raquel Prado disse que irá votar novamente em Jair Bolsonaro. Ela defendeu que é preciso “se posicionar porque a família está sendo ameaçada”.

– Os cristãos estavam mudos. Agora, estão se levantando. Precisamos nos posicionar na política, porque a família está sendo ameaçada – falou.

Ela prega em vários lugares do país e acredita que a fé deve moldar todos os aspectos da vida.

A religiosa, que mora no bairro da Taquara, no Rio de Janeiro, também explicou o motivo de escolher Bolsonaro como candidato.

– Não foi por ele ser um militar, não foi por que eu queria o Exército na rua. Não foi por que ele falou que vai defender e ter a arma liberada dentro de casa. Não, não é. Foi por que ele propôs a preservação da família e Deus acima de todos, ou seja, o princípio da Palavra de Deus – falou.

As declarações dela fazem parte da reportagem O Que Pensam as Evangélicas, Que Podem Definir Eleição para Presidente.

Raquel explicou ainda que sabe que Bolsonaro não é perfeito, mas que precisa escolher um candidato.

– Ele não é o cara perfeito. Não apoio ele pela perfeição dele, ou por estar dentro dos padrões. Eu preciso escolher um. Então, ele foi o meu escolhido. Todo mundo sabe que ele é um cara que não tem filtro. Mas em ações para o povo, o coletivo, ele é o melhor dentre as opções que existem – avaliou.

Leia também1 Intervir na Petrobras só por vias legais, afirma Bolsonaro
2 Irmãos Weintraub processam Eduardo Bolsonaro por injúria
3 TSE e Spotify firmam parceria contra desinformação
4 “Forças desarmadas” de Fachin desagrada o governo, diz site
5 Bolsonaro explica a seguidor o corte de imposto no ano eleitoral

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.