Leia também:
X New York Times: “Ficou claro que Bolsonaro estava certo”

Pastor Silas Malafaia critica pesquisas eleitorais: “Vergonha”

Religioso se manifestou por meio das redes sociais, neste domingo

Pleno.News - 03/10/2022 14h43 | atualizado em 03/10/2022 15h14

Pastor Silas Malafaia Foto: PR/Isac Nóbrega

Neste domingo (2), o pastor Silas Malafaia criticou as pesquisas eleitorais. Ele se manifestou por meio das redes sociais e questionou resultados das eleições.

Segundo o religioso, “Globo, Datafolha e Ipec manipularam as pesquisas”.

– VERGONHA! Globo, Datafolha e Ipec manipularam as pesquisas. Cambada de bandidos, canalhas. Cadê os 13% de diferença? Cadê o Haddad na frente do Tarcísio? Cadê a distância de Cláudio Castro e Freixo? Cláudio deu uma lavada! O que eles fizeram é um crime – escreveu o pastor, no Twitter.

No Rio de Janeiro, o candidato Cláudio Castro (PL) venceu a disputa ao governo, com 58,19% dos votos válidos. Marcelo Freixo (PSB) ficou em segundo lugar, com 27,70% dos votos válidos.

Já o eleitor paulista decidirá em segundo turno quem será o próximo governador de São Paulo. Contrariando as pesquisas, o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) liderou a disputa e terminou o primeiro turno na frente do ex-prefeito Fernando Haddad (PT). Com 95,8% das seções apuradas, Tarcísio aparecia com 42,43% dos votos válidos, o que equivalia a 9,48 milhões de votos. Fernando Haddad, por sua vez, anotava cerca de 35,6% dos votos válidos, o equivalente a 7,98 milhões de votos.

Leia também1 Bolsonaro: “Nunca perdi uma eleição e sei que não será agora”
2 Moraes impõe multa por posts sobre voto de Marcola em Lula
3 Veja o desempenho dos cantores do gospel nas eleições de 2022
4 Daniela Mercury encontra Padre Kelmon e puxa coro de São João
5 "Disputa decidirá forma como seremos vistos por Deus"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.