Leia também:
X No Encontro, Deive Leonardo fala sobre como lida com haters

Pastor, que chamou fiéis de “lixos” e se retratou, deixa cargo

Decisão do religioso foi divulgada por meio de um comunicado, nesta quarta-feira

Pleno.News - 25/05/2022 20h17 | atualizado em 26/05/2022 11h34

Pastor Daniel Nunes Foto: Reprodução/Print de vídeo do Instagram

O pastor Daniel Nunes, presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande, Paraíba, renunciou ao cargo. A decisão dele foi divulgada em um comunicado da igreja, nesta quarta-feira (25).

No início do mês, o religioso se envolveu em uma polêmica, mas se retratou após criticar pessoas que saem das Assembleias de Deus e abandonam usos e costumes da denominação.

– A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande e no Estado da Paraíba comunica nesta data que, em reunião da Diretoria da Igreja e Mesa Diretora da COMEAD-CGPB, o pastor Daniel Nunes da Silva, em decisão de cunho pessoal e em caráter irrevogável, renunciou ao cargo de Pastor Presidente da IEAD-CGPB e COMEAD-CGPB – diz a nota.

Ainda segundo o texto, haverá um culto de despedida no fim do mês.

– Convidamos a todos para participarem do culto de despedida que realizar-se no Templo Sede, no dia 30 de maio do corrente ano, às 19h.

ENTENDA O CASO
O pastor Daniel Nunes se retratou, por meio de um vídeo nas redes sociais, por suas duras críticas a pessoas que saem das Assembleias de Deus e abandonam usos e costumes da denominação. O líder religioso chegou a chamá-las de “lixo”.

Suas declarações repercutiram sobretudo após o pastor Silas Malafaia demonstrar indignação.

O pastor Daniel abre o vídeo de quase sete minutos citando uma passagem bíblica de Tiago 3:2: “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo”.

– O único da Terra que nunca tropeçou em palavras foi Jesus Cristo. Eu venho humildemente, pois antes de ser pastor eu sou crente. Humildemente, venho pedir perdão a todos os nossos queridos e amados pastores juntamente com suas igrejas das mais diferentes denominações – iniciou.

De acordo com o pastor, ele mesmo considerou duras suas palavras proferidas anteriormente que, de acordo com ele, tratam-se de excesso de zelo.

– Entendo perfeitamente que o erro não pode ser maior do que a prudência – assinalou.

O pastor defendeu também que todo ser humano possui o livre-arbítrio para escolher a igreja onde vai cultuar a Deus, independentemente de seus usos e costumes, desde que a doutrina seja a doutrina de Deus. Usos e costumes foram justamente o cerne de sua declaração polêmica. Ele havia afirmado que questões como mulher de brinco ou homem de cabelo grande são coisas de igrejas que “aceitam tudo”.

Nos comentários do vídeo de desculpas, muitos fiéis viram nobreza no gesto do pastor e o parabenizaram.

Após o pedido de desculpa, Malafaia elogiou Daniel Nunes e disse que a grandeza de uma pessoa é “reconhecer seus erros e corrigir suas rotas”.

Leia também1 Malafaia diz ver grandeza em pastor que se retratou após chamar fiéis de lixo
2 Pastor assembleiano que chamou fiéis de "trastes" e "lixos" se retrata
3 Malafaia reage a pastor que chamou fiéis de lixo: "Fariseu"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.