Pastor critica Pabllo Vittar em concurso de mulher mais sexy

Otoni de Paula se manifestou nas redes sociais

Pleno.News - 06/12/2018 19h23

Pablo Vittar concorreu a título de “mulher mais sensual do ano” Foto: Reprodução Instagram

Nesta quinta-feira (6), o deputado federal eleito, pastor Otoni de Paula (PSC), se manifestou nas redes sociais sobre a participação de Pablo Vittar em um concurso de beleza feminino. Ele se mostrou indignado pelo fato de o nome do cantor está cotado entre o de atrizes na avaliação promovida pela revista Isto É sobre qual é a mulher mais sexy.

– Apesar de não andar ligado no mundo do glamour, pois acho muito fútil, me chamou a atenção de Pablo Vittar, que é um travesti, concorrer. (…) Bem, ele não ganhou, mas ficou na frente de algumas atrizes e modelos, que realmente são mulheres, como Débora Secco e Sabrina Sato – comentou.

O texto postado por ele, no Facebook, continuou. O deputado afirmou que pensa em indicar seu animal de estimação, que para ele “parece uma pessoa”.

– Bem, se Pablo Vittar pode, como travesti, ser considerado mulher, ao ponto de participar de um concurso de mulher e não de travesti ou de homem gay, então no próximo vou tentar inscrever minha cadelinha, já que qualquer ‘ser’ pode ser o que quiser desde que se sinta assim – declarou.

Para o pastor, a indicação de Vittar revela uma tentativa de implantar e disseminar a ideologia LGBT.

– A forçação de barra para enfiar goela abaixo da sociedade, a fim de influenciar a mente de nossas crianças e adolescentes, patrocinada pela mídia ‘lgbetista’, que o ser humano é o que ‘dá na cabeça’ não para – avaliou.

Post do pastor Otoni de Paula contra a indicação de Pablo Vittar em lista de mulher mais sexy Foto: Reprodução/ Facebook

LEIA TAMBÉM+ Danielle Cristina homenageia ex-presidente H. W. Bush
+ Papa participará de encontro inter-religioso em Abu Dhabi
+ Brasileira faz relato do culto de quase mil horas na Holanda


Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158