Leia também:
X Fé! Heloisa Périssé diz que viu câncer pelo olhos de Deus

Na Missa do Galo, papa diz que amor de Deus “liberta do mal”

Pontífice celebrou tradicional missa de Natal

Gabriela Doria - 24/12/2019 23h01 | atualizado em 24/12/2019 23h31

Papa reza a Missa do Galo Foto: EFE/Claudio Peri

O papa Francisco celebrou nesta terça-feira (24) a tradicional Missa do Galo na Basílica de São Pedro. Ele falou sobre o amor de Deus, que, segundo ele, é gratuito e se estende a todos, inclusive aos “piores homens”.

Na missa de Natal em que os católicos celebram o nascimento de Jesus Cristo, Francisco lamentou muitas vidas às vezes passam longe da gratidão e disse que hoje é o dia adequado para se aproximar de Deus para agradecer.

A cerimônia, que há vários anos é realizada às 21h30 (horário local; 17h30 em Brasília) e não às 0h, começou com o anúncio do nascimento de Jesus Cristo. Depois, o papa, de 83 anos, retirou o véu colocado sobre uma imagem do menino Jesus colocado perto de um trono que estava no altar e o beijou.

Diante de cerca de 10 mil pessoas, o papa refletiu sobre o que significa a graça do nascimento de Jesus. Para ele, o momento é “do amor divino, o amor que transforma a vida, renova a história, liberta o mal e promove a paz e a alegria”.

– Deus se fez criança para se deixar ser abraçado por nós e é algo gratuito. Enquanto aqui na Terra tudo parece responder a lógica de dar para receber, Deus chegou de graça. Seu amor não é negociável: nunca fizemos nada para merecê-lo e nunca poderemos recompensá-lo – explicou Francisco.

O pontífice também afirmou que o amor de Deus contempla até o “pior” dos seres humanos.

– O Natal nos lembra que Deus segue amando a cada homem, inclusive o pior, ainda que nós não estejamos a altura disso. Deus não te ama porque você pensa corretamente ou se comporta bem. Ele te ama e isso basta. Seu amor é incondicional e não depende de você. Pode ser que você tenha ideias erradas, que tenha feito de todo. No entanto, o Senhor não deixa de te amar – continuou o papa.

No fim da missa, o papa levou a imagem do menino Jesus em procissão ao presépio da Basílica de São Pedro, acompanhado por 12 crianças provenientes de vários países do mundo.

Amanhã, Francisco irá até à varanda central da Basílica de São Pedro, repetindo ato de quando foi escolhido papa em 2013, para ler sua mensagem de Natal e proferir a tradicional bênção “Urbi et Orbi”.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 Bolsonaro agradece por "ano especial" em pronunciamento
2 Natal em Jerusalém registra recorde de turistas cristãos
3 Israel permite a cristãos de Gaza ida a Belém e Jerusalém

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.