Pr. Lucas pede ajuda para família de venezuelanos

Cantor convocou seus seguidores para apoiar a construção de uma casa para os estrangeiros

Pleno.News - 17/07/2019 16h03

Pr. Lucas adotou família de venezuelanos juntamente com sua igreja Foto: Divulgação

Ciente da situação calamitosa pela qual passa a população da Venezuela, o Pr. Lucas convocou seus seguidores, através de um vídeo publicado em seu canal, para ajudar uma família que veio buscar ajuda no Brasil.

Através da Convenção Batista Brasileira (CBB), que tem refugiado muitos venezuelanos, o pastor e sua igreja – a Comunidade Evangélica Vida no Altar em Artur Nogueira (SP) – resolveram adotar os quatro membros da família Martinez: o casal Carlos José Toro Perdomo e Ariana Yaritza Martinez e os filhos Carlos José, de 10 anos, e Aryanielis, de 7.

Família Martinez vem buscar refúgio no Brasil Foto: Reprodução

– Nos fundos de nossa igreja, temos um espaço perfeito a ser reformado. Nosso objetivo é construir dois quartos, sendo um para as crianças e o outro para o casal. Também teremos uma cozinha e um banheiro. Queremos hospedá-los com honra. Vamos entregar esses espaços mobiliados. Vamos receber a família Martinez e cuidar deles até reintegrá-los na sociedade – disse Pr. Lucas.

O cantor adiantou que a igreja já conseguiu um investidor que doou duas bolsas integrais para as crianças em um colégio particular da região. Ele disponibilizou o número da agência bancária para quem quiser contribuir (Banco Sicred – Agência 3027 – C/C 15452-0). Através do WhatsApp (19) 99444-3058, o Pr. Lucas se comprometeu a prestar contas de todo dinheiro que for enviado.

– Nós decidimos tomar essa atitude de cuidar dessa família e, assim que a gente conseguir inseri-los no mercado de trabalho, nós vamos adotar outra para começar a fazer pequenas mudanças que podem transformar o mundo. Vamos servir! Jesus nos chamou para isso.

LEIA TAMBÉM+ Com ofertas, igreja paga dívidas de famílias carentes
+ "Brasil atua para evitar nova Venezuela", ressalta Bolsonaro
+ "Nunca será momento para mediar com uma ditadura"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo