Leia também:
X Projeto Missões Rio realizará ações durante o Carnaval

Ludmila Ferber desmente fake news sobre sua morte

"Estou viva para a glória de Deus", declarou

Ana Luiza Menezes - 25/02/2019 16h14 | atualizado em 25/02/2019 17h11

Ludmila Ferber Foto: Reprodução

A cantora e pastora Ludmila Ferber usou as redes sociais para desmentir boatos sobre sua morte. Por meio de um vídeo, ela contou que recebeu uma ligação de uma pessoa que estava preocupada após ter recebido fake news. Diante da situação, Feber decidiu esclarecer que a informação que circulou na internet era falsa.

– Gente querida, estou viva para a glória de Deus. Parece que lançaram uma nota de que eu havia partido. Não, ainda não. Eu ainda tenho um chamado a cumprir. E todos os dias da minha vida já estão contados no livro da vida. Deus é poderoso para fazer muito além do que eu possa imaginar, do que você possa imaginar, não só na minha vida, mas na sua. Fake News, fofoca são as famosas intrigas das trevas – declarou.

Ludmila Ferber Foto: Reprodução

Ainda no post, acompanhando o vídeo, a cantora escreveu que a cada dia experimenta uma vitória. Ela também voltou a expressa sua confiança quanto à cura do câncer e deixou um pedido aos fãs.

– Um passo a mais no caminho do milagre certeiro. Continuem orando por minha vida, preciosos intercessores – concluiu.

Ludmila foi diagnosticada com câncer de pulmão em maio do ano passado. Desde então, ela já enfrentou quimioterapia e chegou a interromper sua carreira. Entretanto, ela segue demonstrando força e fé, tendo gravado um novo projeto musical e retomado a agenda de ministrações. Amigos, familiares e admiradores também têm apoiado a pastora, por meio de visitas, palavras de encorajamento e orações.

Leia também1 Pr. Lucas fala sobre traumas, relacionamento e restauração
2 Conferência gospel nos EUA é marcada por música e oração

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.