Leia também:
X ‘A Igreja está de pé’, afirma Aline Barros durante o Louvorzão

Louvorzão: Trio Nascimento faz homenagem póstuma a cantores

Cláudio Claro, Fabiana Anastácio, Lázaro e Ludmila Ferber foram lembrados no palco

Pleno.News - 02/07/2022 20h33 | atualizado em 02/07/2022 20h48

Trio Nascimento emocionou o público com homenagem no palco Foto: Pleno.News

Formado por Gisele, Michelle e Wilian Nascimento, o Trio Nascimento retornou ao palco do Louvorzão 93, no começo da noite deste sábado (2) para prestar uma homenagem a quatro artistas que faleceram durante o período da pandemia, entre os anos de 2020 e 2022.

Os artistas em questão são Claudio Claro, Fabiana Anastácio, Lázaro e Ludmila Ferber, que foram recordados com suas canções de maior sucesso: Pão da Vida (Claudio Claro), Adorarei (Fabiana Anastácio), Morar no Céu (Lázaro) e Os Sonhos de Deus (Ludmila Ferber). Durante as canções, fotos dos artistas foram exibidas no telão do evento que aconteceu na Praça da Apoteose.

Fabiana Anastácio faleceu em junho de 2020 após lutar contra a Covid-19. A artista ficou internada por uma semana em um hospital de São Paulo após apresentar complicações devido à doença. Ela ficou conhecida por ser intérprete de grandes louvores pentecostais, como Adorarei e Sou Eu.

Lázaro também foi uma das vítimas da Covid-19. O cantor e vereador faleceu em março de 2021. Ex-integrante do Olodum, ele ficou conhecido no cenário gospel pelos sucessos Meu Mestre e Eu Te Amo Tanto. Lázaro ficou internado por quase um mês e chegou a apresentar melhora em seu quadro, mas não resistiu.

Seis meses depois, o público foi surpreendido pela notícia do falecimento de Cláudio Claro. Líder do Tabernáculo de Davi, ele foi vítima de um câncer raro e agressivo localizado no introdução da via biliar. Compositor de canções cantadas até hoje nas igrejas, como Videira e Profetiza, Cláudio continuou escrevendo canções enquanto lutava contra a doença.

Já a pastora Ludmila Ferber faleceu após lutar contra um câncer de pulmão desde 2018. O tumor gerou metástase no fígado e nos ossos e ela chegou a se internar para novo tratamento. Com mais de 30 anos de carreira, ela é autora de canções que impactaram gerações, como Nunca Pare de Lutar.

Leia também1 Ao vivo! Assista ao Louvorzão 93, evento com 30 atrações cristãs
2 'A Igreja está de pé', afirma Aline Barros durante o Louvorzão
3 Veja! Marina de Oliveira canta e emociona no palco do Louvorzão
4 Louvorzão 93: Fernanda Brum faz apresentação inspiradora
5 Eyshila relembra acidente e emociona público no Louvorzão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.