Leia também:
X Pastor Douglas Alves morre de complicações da Covid-19

Lilith: Internautas debatem se a “misteriosa” personagem existiu

"As pessoas acreditam em Lilith do mesmo jeito que alguns ainda acreditam em fadas ou fantasmas", diz Valtair Miranda

Monique Mello - 25/02/2021 14h02

Há várias teorias sobre a existência, ou não, da personagem Lilith
Há várias teorias sobre a existência, ou não, da personagem Lilith [foto ilustrativa] Foto: Pixabay
Na manhã desta quinta-feira (25), entre os trend topics (assuntos mais comentados no Twitter) estava o nome Lilith. Tudo começou quando uma internauta compartilhou um vídeo com uma das muitas teorias acerca da personagem: a de que ela era uma paixão de Lúcifer. Isso já foi o suficiente para levantar o debate sobre a existência ou não de Lilith.

Afinal, quem era Lilith? Ela é mencionada na bíblia? Alguns até mesmo a consideram uma deusa.

O teólogo e escritor Valtair Miranda esclareceu especialmente ao Pleno.News, sob a ótica teológica cristã.

Primeiramente, a personagem é sim citada na bíblia, mas não no período da criação, como sugere a teoria de que ela teria sido a primeira mulher de Adão, por exemplo.

O termo aparece no Antigo Testamento, em Isaías 34.14.:

“E as feras do deserto se encontrarão com hienas; e o sátiro clamará ao seu companheiro; e Lilite pousará ali, e achará lugar de repouso para si.”

– É preciso tratar Lilith da mesma forma como tratamos Baal, Moloque, Azazel e tantos outras figuras encontradas no AT. Ou seja, os povos antigos acreditavam na existência deles, mas isso não significa que eles existissem de fato – explica Valtair Miranda, que possui mestrado em Teologia Bíblica e Ciências da Religião.

Em Jeremias 44.17-18, por exemplo. O povo chegava a achar que era mais vantajoso adorar à Rainha do Céu mesopotâmica do que o próprio Deus de Israel.

“É certo que faremos tudo o que dissemos que faríamos – queimaremos incenso à Rainha dos Céus e derramaremos ofertas de bebidas para ela, tal como fazíamos, nós e nossos antepassados, nossos reis e nossos líderes, nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusa­lém. Naquela época, tínhamos fartura de comida, éramos prósperos e nada sofríamos.”

As pessoas acreditam em Lilith do mesmo jeito que tem gente que ainda acredita em fadas ou fantasmas

O teólogo cita também o texto no livro bíblico de Miquéias 4:5.

“Todos os povos caminham, cada qual em nome de seu deus: nós, porém, caminhamos em nome de Yahweh, nosso Deus, para sempre e eternamente”.

– Eles não duvidavam da existência dos outros deuses no período anterior ao exílio babilônico. Mas após a passagem do exílio, os autores bíblicos rejeitavam a existência de outros deuses. Deus, só Javé. Os outros eram seres menores. Se eram bons, eram anjos. Se eram maus, eram demônios. É aqui que se inclui Lilith – diz o pastor.

Para o pastor, hoje em dia, ainda há pessoas que acreditam em Lilith especialmente por tradições judaicas que falavam de uma primeira esposa de Adão. Porém, estas tradições são do período interbíblico. De acordo com ele, “não dá para levar a sério”.

– As pessoas acreditam em Lilith do mesmo jeito que tem gente que ainda acredita em fadas ou fantasmas. As pessoas acreditam num monte de coisas. Mas isso não muda o status de Lilith. É curioso que a mesma sociedade pode ser tão crédula e incrédula ao mesmo tempo. É mais fácil para estas pessoas aceitar estas lendas de Lilith do que a pregação do Evangelho.

Valtair Miranda explica sobre a existência de Lilith na bíblia
Valtair Miranda explica sobre a existência de Lilith na bíblia Foto: Reprodução

Valtair Miranda, além de dois mestrados, possui Doutorado em História pela UFRJ, em Ciências da Religião pela UMESP e Pós doutorado em Cognição e Linguagem pela UENF. Para mais esclarecimentos, ele ainda indica a leitura da Enciclopédia de Demônios e Demonologia, de Rosemary Ellen Guiley.

Leia também1 Venezuela: Cristãos perseguidos são obrigados a comer Bíblia
2 Ranking: Confira os livros cristãos mais vendidos em 2020
3 Exclusiva com Julianne Trevisol: "A Record sempre me acolheu"
4 Witzel em culto: "Troca seu fuzil por Bíblia, que vamos te salvar"
5 Anderson Freire e a esposa Raquel falam sobre casamento e transformação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.